segunda-feira, 12 de março de 2012

Sericaia com Ameixas de Elvas


Este é, sem dúvida, o doce que o meu  Marido mais gosta. E foi feita por ele, esta sobremesa de Domingo. 
A Sericaia é um doce tipico Alentejano, com origens, pelo menos assim se pensa, na India. Este doce começou a ser confeccionado por dois conventos Alentejanos, e ambos reclamam a autoria de receita original, O Convento das Clarissas de Elvas e o Convento das Chagas de Vila Viçosa.
O toque da canela, e a sua textura fofa,  fazem deste doce uma verdadeira delicia. É acompanhado pelas famosa ameixas de Elvas, o que vem enriquecer ainda mais esta especialidade alentejana.
Faz-se assim:


Ingredientes:

1l leite
400g de açucar
12 ovos
125g de farinha
2 paus de canela
1 limão
sal fino q.b.
canela em pó q.b.
ameixas de Elvas q.b.

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 225º. Leve ao lume o leite com duas cascas de limão, os dois paus de canela e uma pitada de sal. Deixe ferver, retire e deixe arrefecer um pouco. Entretanto bata as gemas com o açucar até obter um creme fofo. De seguida dissolva a farinha num pouco de leite fervido. Junte de novo ao leite. Adicione também a mistura das gemas com o açucar, e leve a lume brando, até engrossar, mexendo sempre. Retire do lume, tire a casca de limão e o pau de canela e deixe arrefecer. Bata as claras em castelo bem firme, e incorpore, com cuidado, no preparado anterior, que deverá estar morno. Deite o creme num prato largo e fundo de barro, e polvilhe abundantemente com canela em pó. Leve ao forno durante cerca de 1 hora. Faça o teste do palito.
Acompanhe com ameixas de Elvas.
Para deixar as ameixas, um pouco mais moles e desfeitas, como eu gosto,  levo ao lume as ameixas com um pouco de àgua e deixo ferver 10 minutos, mexendo ocasionalmente.

E Bom Apetite!

12 comentários:

  1. É uma delicia este docinho, gosto muito!

    Bjs.

    ResponderEliminar
  2. Adoro sericaia, mesmo, mesmo, mesmo. Só dispenso a ameixa de Elvas por ser extremamente doce. Olha, levo a receita comigo :)

    ResponderEliminar
  3. Mas que bonita que ficou.O meu pai adora sericaia e achoi que tenho de fazer um dia destes!

    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  4. É um dos que eu mais gosto sem dúvida. Planeio fazer uma em breve para um aniversário. Temos uma receita duns amigos alentejanos que até nos ofereceram as ameixas de Elvas em calda.
    Muito bom!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Adoro sericaia, e tão perfeitinha ficou a tua :)
    um beijinho

    ResponderEliminar
  6. Que bom, esse doce traz-me à lembrança uma belíssima estadia há alguns anos em Évora, com direito a roteiro gastronómico:)
    Ficou mesmo como me recordo, perfeita e gulosa com as ameixas de Elvas!
    Beijinhos e boa semana:)

    ResponderEliminar
  7. Nunca, fiz nem nunca provei apesar de hoje memso ter tido nas mãos uma receita difrente da sua de sericai.

    pelo aspecto que demonstra deve ser uma delica, tenho que me dicidir a realizar a minha!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Gosto bastante deste doce, mas sem o doce. Gosto mesmo ao natural.
    Ficou lindo
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  9. Simplesmente maravilhosa!!! Aprovadissimo! Agora só falta mesmo é provar :')

    ResponderEliminar
  10. Adoro sericaia e ameixas de Elvas?, que saudades...
    LIa.

    ResponderEliminar
  11. Hum... que maravilha! Lembro-me perfeitamente da unica vez que comi esta delicia, o sabor dessas ameixas a acompanhar a sericaia!!! Vou levar a tua receita comigo para fezer e matar saudades!
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  12. olá
    vi pela 1ª vez o seu blog e gostei muito, vou segui-lo de certeza!
    A receita da sericaia fez-me recordar tempos em que vivi perto de Elvas e era muito comum esta delicia. permita-me fazer-lhe uma sugestão que tornará este doce perfeito: quando deitar o creme no prato faça-o às colheradas, em sentidos alternados e ao cozer ele abrirá a crosta e ficará ainda mais bonito!
    Parabéns!

    ResponderEliminar

Muito obrigada pela visita,

Voltem sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imprimir