Bolo Bundt de Frutos Vermelhos com Cobertura de Brigadeiro

7 anos de 7 Gramas de Ternura!
Sim, é verdade, faz hoje 7 anos que comecei esta aventura. 
E é dia de festa!  7 anos depois aqui estamos. Mais de 5 milhões de visualizações aqui no blog, muito perto de 800 receitas publicadas e ainda com muita vontade de fazer mais e ainda melhor!
Muito obrigada a todos os que me tem acompanhado nesta deliciosa aventura.
Obrigada à família ( que come sempre a comida fria...) aos amigos que sempre me incentivam e a todos os que por aqui passam diariamente ( mesmo quando o tempo é pouco e não há receitas novas)!
Mil vezes obrigada!
Para festejar-mos trago um maravilhoso bundt de frutos vermelhos com uma cobertura bem gulosa!
Sirvam-se de uma fatia e continuem por aqui!








Aqui está a receita:

Ingredientes:


5 ovos
frutos vermelhos frescos a gosto
200g de açúcar
200g de manteiga
200g de farinha
2 iogurtes gregos
1 dl de leite
sumo de 1/2 limão
1 c. sopa de essência de baunilha
1 c. café de bicarbonato
1 c. chá de fermento


Cobertura:

1/2 lata de leite condensado
150g de chocolate 70%





Preparação:

No copo da batedeira coloque a manteiga à temperatura ambiente e o açúcar. Bata até obter uma mistura homogénea. adicione os ovos, um de cada vez, batendo bem entre cada adição.
Junte o sumo do limão ao leite, para talhar e reserve.
Junte a farinha, o fermento e o bicarbonato, peneirados, à mistura  e envolva bem. Adicione o leite talhado e os iogurtes. Termine com a essência de baunilha.
Coloque a massa numa forma de bundt , bem untada com manteiga e polvilhada com farinha.
Leve ao forno a 170º durante 50 minutos. Faça o teste do palito, retire do forno e deixe arrefecer dentro da forma e sobre uma rede, durante 10 minutos. Desenforme o bolo sobre a rede e deixe arrefecer.


Cobertura:

Leve a banho maria o chocolate com o leite condensado e deixe derreter até se apresentar um creme bem fluído.
Espalhe o creme de brigadeiro sobre o bolo e decore com os frutos vermelhos.




E Bom Apetite!


Empada de Pato e Legumes

Com uns pedaços de pato assado e mais uns legumes, fez-se esta tarte maravilhosa!
Não "com os restos" mas  com aproveitamentos podemos fazer uma bela refeição. Nesta empada juntei uma boa mão de cogumelos desidratados que a enriquecerem ainda mais.
O sabor destes cogumelos é mais intenso, fumado e muito rico.
Experimente usá-los para fazer o caldo do risotto. Não tem nada a ver com os cogumelos normais, e basta usar uma pequena quantidade. São bastante mais caros mas 200g destes cogumelos rendem imenso.
Experimentem que vale bem a pena!
Forma de quiche da Lékué
 Aqui está a receita:


Ingredientes:

2 massas quebradas
q.b. de restos de pato assado
8 cogumelos(branco e marron)
25g de cogumelos desidratados
1 cebola pequena
2 dentes de alho
cenoura ralada q.b.
ervilhas cozidas q.b.
5 espargos frescos
azeite q.b.
1 c. chá de maizena
sal e pimenta de moinho
oregãos secos
1 gema 


Preparação:

Coloque os cogumelos desidratados numa taça com água durante cerca de 1 hora.
Leve ao lume um tacho com água e sal e ao ferver junte os espargos. Deixe cozer até estarem tenros mas ao mesmo tempo ainda crocantes. Retire e deixe-os arrefecer 
Pique os alhos e a cebola e leve a refogar com um pouco de azeite.
Junte os cogumelos laminados, a cenoura em juliana e deixe saltear. Escorra os cogumelos desidratados e reserve um pouco da água. Seque-os um pouco com papel de cozinha e adicione ao salteado.
Esfie a carne do pato e junte ao refogado. Envolva bem, adicione as ervilhas e os espargos em pedaços.
Tempere de sal pimenta e oregãos. Dissolva a maizena num pouco de água dos cogumelos e junte ao refogado. Mexa e deixe engrossar um pouco o molho.
Forre a forma de tartes com uma massa quebrada.  Eu uso a minha de silicone  da Lékué com base em porcelana e não preciso de a untar.
Pique a massa com um garfo e coloque dentro o recheio
Cubra com a outra massa quebrada e se gostar faça um quadriculado com um garfo. Desfaça a gema num pouco de água e pincele a tarte.  Leve ao forno, bem quente a 180º, durante 20/25 minutos, até que fique douradinha.
E Bom Apetite!

Torta de Abóbora e Especiarias


Outono rima com dias de chuva e folhas espalhadas no jardim. 
Tardes de preguiça em frente à lareira com uma fumegante caneca de chá a aquecer as mãos e o corpo.
Rima com o forno ligado, e pela casa o cheirinho a biscoitos, bolos e compotas. 
Ou rima a tortas como esta! 
Uma mistura perfeita entre a abóbora e as especiarias, que terminou da melhor maneira com o recheio cremoso e decadente do doce de leite.
Um verdadeiro pecado, bem sei, mas um dia não são dias!
Uma vez mais confirmei a versatilidade da minha Kcook Multi da Kenwood., pois sem sujar outros utensílios ou tachos, cozi, triturei e fiz a massa para esta torta deliciosa.
Tentados a experimentar a receita?


Aqui está a receita:


Ingredientes:


600g de abóbora cozida e escorrida
300g de açúcar amarelo
5 ovos
125g de maizena
100g de manteiga derretida
1 c. chá de canela em pó
1 pedacinho de gengibre fresco ralado
1/2 noz moscada ralada

Recheio:

1 lata de leite condensado cozido
1 dl de leite





Preparação:


Coloque a abóbora em cubos no tabuleiro da Kcook. Encha o copo com 1L de água (o copo tem a marca para cozer a vapor)  e seleccione o programa Vapor. Inciar-se-á a etapa 1 que demora 30 minutos.
Depois da abóbora cozida, deixe-a escorrer num passador para retirar o máximo de água.
No copo da Kcook coloque a abóbora, o açúcar, os ovos e bata tudo até estar bem triturado e se  apresentar homogéneo. Junte a manteiga derretida, a maizena e as especiarias. Bata mais dois minutos e retire. Forre um tabuleiro com papel vegetal e unte-o com manteiga. Polvilhe com um pouco de farinha e por cima espalhe a mistura.
Leve a forno quente, a 170º durante 12/13 minutos.
Entretanto leve ao lume o leite condensado com o leite e lentamente deixe ferver até que fique uniforme. Reserve
Desenforme a torta sobre um pano polvilhado com açúcar. Cubra com o doce de leite e enrole. Pode espalhar um pouco do recheio sobre a torta.
Deixe arrefecer e polvilhe com açúcar em pó.
Acompanhe com um bom chá e aproveite o momento.


E Bom Apetite!

Bolonhesa de Atum

Bolonhesa. Quem gosta?
E se for uma bolonhesa diferente?
Com atum, já experimentaram?
Uma receita bem simples e cheia de sabor. O molho de tomate feito de raiz faz sempre a diferença.
Vale bem a pena um pouco mais de dedicação e trabalho para preparar o molho porque o resultado final compensa!
Depois é só juntar um atum de boa qualidade e um bom molho de manjericão picado. Eu usei manjericão da minha horta,  e que apesar do frio está mais viçoso que nunca!
Uma alternativa simples, rápida, económica e muito deliciosa.



Aqui está a receita:

Ingredientes:

2 frascos de filetes de atum ao natural Vasco da Gama
2 tomates maduros      
1 cebola grande
2 dentes de alho
azeite e sal q.b.1 c. chá de açúcar
vinho branco q.b.
oregãos secos a gosto
pimenta de moinho
vinho branco q.b.
3 pernadas de manjericão picado
400g esparguete



Preparação:

Pique a cebola e os alhos e leve a refogar com um pouco de azeite. Triture os tomates na picadora e quando a cebola estiver amolecida junte-os ao refogado.
Refresque com o vinho branco junte os oregãos e tempere de sal e a pimenta. Deixe ferver cinco minutos. Por fim adicione o açúcar (o açúcar vai ajudar a  reduzir a acidez própria do tomate).
Escorra a água dos frascos, junte o atum ao refogado e deixe cozinhar lentamente, mais 5 minutos.
Entretanto coza o esparguete em água temperada de sal e um fio de azeite até ficar "al dente" e escorra.
Rectifique os temperos da bolonhesa e junte o manjericão picado.
Sirva o esparguete com a bolonhesa de atum por cima e um pouco mais de manjericão.







E Bom Apetite!

Bolo Misto de Baunilha e Cenoura com Caramelo Salgado e Frutos Secos

A receita de hoje é muito especial.
Sem ser uma receita nova, é um mix de várias receitas que já temos no blog. O resultado final foi um bolo lindo, guloso e decadente que agradou mesmo a todos.
Baunilha e cenoura são já dois clássicos no que toca a massas base para bolos de aniversário.
Neste bolo recheamos as bases de massa com um creme doce e provocador. O leite condensado cozido uniu na perfeição as camadas de massa de baunilha e cenoura.
Para a cobertura fez-se o meu creme preferido. Queijo creme e natas com o toque fresco do limão.
Este tinha que ser "o Bolo", afinal  era para comemorar os 22 anos da minha filha mais velha.
Depois de uma noite em claro com um pequeno precalço que me deixou quase de cama, estava difícil ir para a cozinha fazer o bolo.
Não fosse a ajuda preciosa da minha sobrinha Andreia e estaria tudo estragado. Os bolos de baunilha e cenoura foram feitos por ela. Eu só tratei da cobertura e da decoração final.
No fim valeu ver o esforço, amor e dedicação. O bolo estava lindo e incrivelmente bom!
E por um filho fazemos tudo certo? E a minha filha merece sempre mais!
 Aqui está a receita:


Bolo de Baunilha:

6 ovos
250g de açúcar
250g de farinha
1c. chá de essência de baunilha
1 c. chá de fermento


Preparação :

No copo da batedeira coloque os ovos e o açúcar. Bata na velocidade máxima durante 10 minutos. A mistura deverá ficar leve, fofa e deverá ter triplicado o seu volume.
Envolva lentamente a farinha peneirada com o fermento e a essência de baunilha. Coloque a massa numa forma de 20cm, devidamente untada e polvilhada de farinha.
Leve a forno pré aquecido a 180º durante cerca de 25/30 minutos. Faça o teste do palito e retire o bolo do forno. Deixe-o arrefecer um pouco e desenforme-o sobre uma rede.
Depois de frio divida ao meio, para ficar com 2 rodelas. Reserve.


Bolo de cenoura:

400g de cenoura
6 ovos caseiros
2 chávenas de açúcar
2 chávenas de farinha
2/3 de chávena de óleo
1 c. sopa de fermento


Preparação:

Descasque as cenouras e corte-as em pedaços. No copo do liquidificador coloque os ovos, o açúcar, as cenouras e o óleo. Bata até obter uma mistura bem fluída e que a cenoura esteja bem triturada. Coloque numa tigela grande e aos poucos vá envolvendo a farinha peneirada com o fermento.
Envolva bem e coloque a massa numa forma de 20cm, bem untada de manteiga e polvilhada de farinha. 
Leve ao forno aquecido cerca de 35/40 minutos, faça o teste do palito. Retire o bolo do forno,  desenforme e deixe-o arrefecer sobre uma rede.
Depois de frio, corte o bolo ao meio, ficando com 2 partes.
 Recheio: 

2 latas de leite condensado cozido
1dl de leite


Preparação:

Coloque as latas de leite condensado cozido e o leite  numa panela. Leve ao lume moderado mexendo sempre até que fique uma mistura fluída e sem grumos. Reserve.


Caramelo salgado:

200g de açúcar
150g de manteiga
1,5dl de natas
1 pitada de sal grosso ou flor de sal

Preparação: 

Coloque o açúcar num tacho e leve ao lume até começar a ficar dourado Rode o tacho para que ganhe cor por igual. Reduza o calor e junte a manteiga em pedaços. Mexa até derreter, e lentamente adicione as natas e o sal. Mexa bem e deixe arrefecer.




Frutos secos caramelizados:

200g de frutos secos (usei cajús, amêndoas e nozes)
50g de açúcar amarelo
1 c. de sobremesa de manteiga

Preparação:


Leve um tacho ao lume com o açúcar e a manteiga. Deixe a manteiga derreter e adicione os frutos secos. Deixe dourar e caramelizar ligeiramente. Retire do tacho e deixe arrefecer.


Cobertura de natas e queijo creme:

300g de queijo creme 
150g de açucar em pó
2,5 dl de natas
sumo de 1 limão

Preparação:

Para a cobertura bata as natas até obter picos suaves, junte o açúcar e o queijo creme e continue a bater. Por fim termine com o sumo de um limão. Leve ao frio até usar



Montagem Bolo:

Barre as camadas de massa com o creme de leite condensado cozido. Se necessário apare os bolos para ficarem certos. Era suposto as camadas alternarem entre baunilha-caramelo-baunilha-caramelo, mas como não estava a 100% esqueci-me.
Barre todo o bolo com o creme da cobertura e leve-o ao frigorífico. Retire o bolo do frio e espalhe o caramelo salgado nas bordas com cuidado para escorrer em várias alturas. Por cima espalhe os frutos secos caramelizados e termine com as velas e outros acessórios a seu gosto. Eu usei um topper lindo escolhido pela minha filha.
E Bom Apetite!

Quiche de Frango e Cogumelos com Queijo Curado

As quiches ou tartes são garantia de refeição pronta num instante e sem complicar. 
Quem concorda comigo?
Podemos variar o recheio conforme nos apetecer ou simplesmente mediante os ingredientes que temos em casa.
São também uma optima solução para "limparmos" o frigorífico das pequenas sobras de outras refeições. Por exemplo sobras de carnes assadas ou de peixe. Nada se perde e tudo se transforma. Depois é só dar-mos um pequeno "twist" que fará toda a diferença. Neste caso usei um maravilhoso queijo curado da Saloio
O queijo Serra da Vila é feito com a mistura de leite de cabra, vaca e ovelha. Tem um sabor maravilhoso e uma textura suave e macia, e fez toda a diferença no recheio desta quiche. 
Ficou maravilhosa!
Aqui está a receita:

Ingredientes:

1 rolo de massa quebrada
1 peito de frango
100g de bacon fumado em tiras
200g de queijo Serra da Vila
2dl de natas
3 ovos
150g de cogumelos branco e marron
pimentos de cores q.b.
sal e pimenta de moinho
tomilho fresco q.b.
noz moscada q.b.





Preparação:

Unte a tarteira, coloque nela a massa, e acondicione de modo a fixar bem.  Eu uso a minha de silicone  da Lékué com base em porcelana e não preciso de a untar. É excelente e as tartes ficam sempre perfeitas.
Leve um tacho ao lume com um fio de azeite, junte o frango em tiras pequenas e deixe saltear 5 minutos, junte os cogumelos laminados, o bacon e os pimentos em tiras. Tempere de sal e pimenta junte um pouco de tomilho fresco desfeito e coloque a mistura no fundo da tarteira. Corte o queijo em cubinhos e espalhe por cima.
Bata os ovos com as natas, tempere de sal e pimenta e deite sobre o recheio da tarteira. 
Leve ao forno pré aquecido a 180º durante 25/30 minutos.
Sirva morna com uma salada.











Imprimir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...