Arroz de Coelho da Avó Augusta

Receitas que nos levam de volta à nossa infância.
Que nos deixam nostálgicos e de lágrimas nos olhos. As lembranças boas também nos fazem chorar.
Aprendi muito com a minha Mãe e irmãs. Mas sei que a pessoa que mais me marcou e me ensinou mesmo muito foi a minha avó Augusta.
Nasci e cresci sempre ao pé dela. 
Os meus primeiros passos na cozinha foram com a minha avó Augusta. Os meus Pais tinham uma mercearia de aldeia e a minha mãe esteve sempre ao balcão. A Avó era quem nos iniciava nas lides domésticas.
Foi com a minha Avó paterna que aprendi a fazer pão, embora também o tenha feito com a minha Mãe.
Aprendi a preparar o forno para cozer o pão, para assar o cabrito, para cozer, ainda com o braseiro dentro as bicas feitas por ela para os netos que não saiam do pé dela.
Um destes dias vou deixar aqui a receita da broa de pão de milho, cuja massa a Avó também usava para fazer os bolos de toucinho e sardinhas. Que delicia! Sabiam tão bem!
A minha Avó não comia sangue de frango ou de coelho. Mas fazia o melhor Pica no Chão e Arroz de Coelho que já alguma vez comi! Fazia para nós e cozinhava outra comida para ela.
Mesmo não gostando fazia com o maior amor para os seus netos, que eram doidos por estes dois pratos.


Aqui está a receita:
Ingredientes:

Vinha de Alhos 

1 coelho caseiro 
2 dentes de alho
2 folhas de louro
sal q.b.
pimenta preta q.b.
2 copos de vinho branco bom

Refogado para o arroz de coelho:

2 cebolas 
1 dl de azeite
1 ramo de salsa
500g de arroz carolino
sangue do coelho c/ vinagre
Sal q.b.
Agua (4x o volume do arroz, ou mais para ficar bem solto)
1 limão



Preparação:

De véspera corte o coelho em pedaços e lave-o muito bem. Pique os alhos e espalhe sobre o coelho. Tempere de sal e pimenta preta, junte duas folhas de louro partidas e regue com o vinho branco. O coelho deve ficar bem coberto com o vinho. 
Pique as cebolas  e leve a refogar com o azeite. Quando a cebola estiver a ficar douradinha vá mexendo. Não a deixe queimar mas que fique bem escura para dar um bom refogado. junte água e deixe ferver. Vá juntando água conforme necessário até obter uma boa quantidade de calda.
Coloque o coelho, escorrido da marinada num tacho. Coe a calda do refogado e a vinha de alhos sobre o coelho e deixe ferver uns 40 minutos (o coelho caseiro é sempre mais rijo que o do talho).
Rectifique os temperos e junte a salsa.
Quando o coelho estiver cozido, retire algumas partes para servir à parte e deixe outras cozinhar com o arroz. Junte água suficiente e quando ferver junte o arroz.  Se necessário junte mais água ou calda.
Este arroz é habitualmente escurinho. Quando o arroz estiver praticamente cozido junte o sangue, passado num passador fino e se necessário retictique os temperos. 
Deixe ferver e junte o sumo de 1 limão. Sirva o arroz com bastante calda e o coelho que separou por cima mais uns raminhos de salsa fresca.


E Bom Apetite!

Esparguete Negro com Mexilhões em Caldeirada


Aproxima-se a hora do jantar e ainda não sabe o que cozinhar?
O blog e as Conservas Vasco da Gama estão aqui para ajudar!
E se for uma massa com os deliciosos Mexilhoes em Caldeirada das Conservas Vasco da Gama?
Uma refeição tão fácil de fazer e deliciosa de comer! Usei o esparguete negro pois achei que iria dar um lindo contraste de cores no prato, mas podem usar outra massa ao vosso gosto.
Ter na nossa despensa umas latas de conservas é de enorme importância e resolve sempre os jantares de improviso. 
Aqui vai a minha sugestão!

Aqui está a receita:

Ingredientes:

2 latas de Mexilhoes em Caldeirada das Conservas Vasco da Gama
250g de esparguete negro
Tomate cherie q.b.
Sal e azeite q.b.
Salsa picada q.b.



Preparação:

Coza o esparguete negro em água abundante com um fio de azeite e sal a gosto, até estar al dente. 
Escorra a massa. Coloque o esparguete numa taça e junte as duas latas de Mexilhoes em Caldeirada.  Envolva bem.
Emprate a massa com os mexilhões e por cima coloque os tomatinhos cortados.
Polvilhe com salsa picada e desfrute!
Eu não disse que era fácil? 


E Bom apetite!

Tarte de Requeijão e Coco

Uma fatia desta tarte na companhia de um café e está tudo bem!
Simples, rápida de fazer, super cremosa e tão, mas tão boa.
Fiz esta tarte na manhã do dia da minha cirurgia ao pé. Cozinhei-a, fotografei-a e deixei-a pronta a ser apreciada pela família. Como tinha de cumprir o jejum, não podia nem provar!
Quando cheguei do hospital ainda tive direito a uma pequena fatia. 
E só vos digo, é uma delicia!




Aqui está a receita:

Ingredientes:

1 massa quebrada
Requeijão Ligth Santiago
5 ovos (caseiros)
1 lata de leite condensado
3 c. de sopa de coco ralado






Preparação:

Forre a forma com a massa quebrada. No copo da batedeira coloque o Requeijão, os ovos e o leite condensado. Bata até obter uma massa homogénea. Por fim envolva o coco ralado. 
Coloque a mistura sobre a massa quebrada e leve a forno quente a 180º durante uns 30 minutos.
Já sabe que o tempo de cozedura depende sempre do tipo de forno.


E Bom Apetite!

Wrap Invertido de Bacon Tipo Inglês



Dia 3 de Setembro, celebrou-se o Dia Internacional do Bacon!
@primorcharcutaria desafiou-me a preparar uma receita para assinalar esse dia com o  novo Bacon Tipo Inglês.
É um corte especial da barriga e do lombo, que lhe confere uma grande percentagem de carne magra e um sabor inconfundível!
Pode ser consumido ao natural ou cozinhado. É ideal para tábuas de enchidos e entradas, sanduíches, lanches e para acompanhar aquele copo de tinto, ao final do dia.
Uma coisa está garantida, vai transformar a sua refeição "no momento" especial do dia!





Aqui está à receita:

Ingredientes:


4 Fatias de Bacon Tipo Inglês @primorcharcutaria 
2 ovos caseiros
1/2 abacate
cebolinho picado
1 wrap
sal e pimenta de moinho
queijo creme q.b.



Preparação:

Numa tigela bata os ovos, tempere com sal e pimenta e junte cebolinho picado.
Leve ao lume uma frigideira antiaderente. Deixe aquecer e espalhe a mistura de ovos. Deixe cozinhar uns dois minutos. Por cima espalhe as fatias de Bacon e o abacate em fatias. Cubra com o wrap e barre-o com queijo creme.
Dobre o wrap sobre si mesmo e deixe terminar de cozinhar mais uns minutos.
Sirva o wrap polvilhado de cebolinho.
Aqui está uma sugestão deliciosa para começar o seu dia em bem, acompanhado de um sumo natural, ou para o terminar em grande na companhia de um bom tinto!



E Bom Apetite!

Salada de Grão com Polvo e Pota em Alho

Sem ideias para a marmita da praia, ou do trabalho?
As @conservasvascodagama dão uma ajuda preciosa. 
Hoje escolhemos: Polvo e Pota em Alho, para uma salada de grão deliciosa e nutritiva. 
Nas Conservas Vasco da Gama temos uma variedade imensa de especialidades em conserva para nos facilitar a vida na hora de preparar uma refeição.

Aqui está a receita:

Ingredientes:

2 latas de polvo e pota em alho das Conservas Vasco da Gama
400g de grão de bico cozido
Pimentos coloridos picados q.b.
Meia cebola roxa picada
Sal e pimenta a gosto
Azeitonas pretas
Salsa picada q.b




Preparação:

Numa taça coloque o grão escorrido, os pimentos e  a cebola picada e envolva bem.
Junte as duas latas de polvo e pota em alho. Envolva e tempere com um  pouco de sal e pimenta de moinho. Decore com as azeitonas e salsa picada. 
Delicie-se com uma refeição rápida e bem ao gosto de todos.




E Bom apetite!

Imprimir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...