sexta-feira, 30 de novembro de 2012

1ºANIVERSÁRIO DO BLOG

Está quase a fazer 1 Ano!
 
Ainda parece que foi ontem que publiquei o meu primeiro post  e este meu projecto está prestes a completar o 1º aniversário.
No próximo dia 2 de Dezembro, ou seja já no próximo Domingo, o 7gramas de Ternura está de Parabéns!
Para assinalar a data, vou lançar um passatempo com uns miminhos lindos que os meus queridos patrocinadores (depois digo quem são... é surpresa!) me ofereceram para sortear entre todos os participantes. Podem participar todos, sejam  seguidores do blog ou da página do Facebook.
Domingo, dia de Festa, vou deixar aqui no blog e na página as novidades sobre o passatempo, patrocinadores e os prémios.
Conto com todos para festejermos este aniversário juntos!
Até Domingo então...

Marmelada de Marmelo e Maça...com nozes

Esta é uma marmelada diferente! Se calhar até devia ter outro nome...
Tinha uns marmelos hà algum tempo no frigorífico (à espera da vontade de os preparar...), entretanto o tempo foi passando... e os marmelos foram ficando "tocados". Resultado, quando resolvi meter a "mão na massa" já eram poucos. Resolvi juntar maças e uns bocadinhos de nozes e digo-vos que não ficou nada mal! Acho até que gosto mais desta versão.
Aqui fica a receita:


Ingredientes:

1,200g de marmelos descascados
800g de maças
1,400g de açúcar
250g de miolo de noz em pedacinhos


Preparação:

Descasque e corte os marmelos e as maçãs em cubinhos. Cubra com o açucar e leve ao lume. Deixe ferver lentamente, com o tacho destapado, até os marmelos se desfazerem. Passe com a varinha mágica, junte as nozes em bocadinhos e deixe ferver bem, até a marmelada se apresentar vermelhinha e com uma boa consistência. Retire para recipientes próprios e deixe arrefecer. Se for possível coloque a marmelada no parapeito de uma janela, ao sol, para a ajudar a secar, Cubra com papel vegetal.





E Bom Apetite!

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Bolo de Kiwi e Romã

Este bolo cheira a outono...
Com um cabaz de kiwis caseiros, oferta da minha querida amiga R., e um livro da "Leopoldina", made in Continente, surgiu a ideia deste bolo. Já tinha visto esta receita numa "Continente Magazine", e achei-a muito interessante. A mistura do kiwi e da romã é de facto surpreendente. Fica um bolo fofo, mesmo muito bom...
A receita, conforme está no livro, não faz referência às claras. Eu bati-as em castelo e juntei-as à massa.
Aqui fica a receita (conforme a fiz):

Ingredientes:

4 kiwis
1/2 romã
4 ovos
8 c. sopa de açucar
1dl de leite
6 c. sopa de farinha (usei 5+2 de maizena)
1 c. chá de fermento em pó

Preparação:

Descasque e reduza os kiwis a puré. Bata as gemas com o açúcar, até obter uma mistura esbranquiçada. Adicione o puré de kiwi, o leite, a farinha e o fermento e bata muito bem.
Junte as claras em castelo, envolva e junte os bagos de romã. Deite em forma sem buraco, untada com manteiga e polvilhada de farinha. Leve ao forno cerca de 25 minutos (já sabe... teste do palito).




E Bom Apetite!

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Lombinho de Porco com Crosta de Broa e Alheira

Um lombo de porco não tem que ser uma carne seca... sensaborona, pode ser até uma agradável surpresa! Podemos fazer desta carne, um prato de dia de festa. Assim, revestida com o crocante de broa e alheira, fica deliciosa. Uma receita para repetir...
Eis a receita: 


Ingredientes:

1 lombinho de porco (cerca de 500g)
1 c. sopa de tomilho fresco picado
1 c. sopa de massa de pimentão
2 dentes de alho picados
vinho branco q.b.
sal e azeite q.b.
1 alheira
150g de miolo de broa de milho
Mistura de alho e salsa da Espiga

Preparação:

Tempere a carne com os dentes de alho, o sal, o pimentão e o tomilho. Esfregue bem. Junte um pouco de azeite e  vinho branco. Deixe repousar 30 minutos. Aqueça uma sertã e sele a carne até que fique bem dourada. Entretanto pique a alheira e a broa, e tempere com a mistura de alho e salsa.  Transfira a carne para um recipiente de forno e cubra-a com o crocante. Junte os sucos do tacho e borrife com um pouco de vinho branco e azeite. Leve a forno pré aquecido a 200º cerca de 30 minutos. Fatie a carne e acompanhe com arroz de cenoura e rodelas de laranja.
E Bom Apetite!

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Bacalhau à Gomes de Sá


Mais uma receita de bacalhau. Das 1001 maneiras de o preparar esta é uma da qual gosto bastante. É ideal para estes dias de frio, pois para mim é a chamada "comida de conforto". Saborosa, quentinha e bem portuguesa, é uma receita bem tradicional. Por vezes esquecemo-nos destas receitas... simples, práticas, deliciosas e "tão nossas".
Aqui fica a "minha" receita:

Ingredientes:

4 postas de bacalhau demolhado
1,300 kg de batatas
1 cebola
2 folhas de louro
2 dentes de alho
azeite e sal q.b.
pimenta de moinho
4 ovos
1 molhinho de salsa
azeitonas pretas a gosto

Preparação:

Numa panela, coloque àgua a ferver e escalde o bacalhau. Reserve a àgua da cozedura. Deixe-o arrefecer, retire-lhe a pele e as espinhas e desfaça-o em lascas. Descasque e corte as batatas em cubinhos, e leve-as a cozer na àgua do bacalhau, até ficarem cozidas. Coza os ovos. Corte a cebola em rodelas e o alho em laminas e leve-os a refogar em azeite. Junte o louro, o bacalhau e misture bem. Junte as batatas, tempere de sal, se necessário, e de  pimenta de moinho. Junte a salsa picada (reserve um pouco para a decoração), dois ovos picados e envolva. Coloque a mistura de bacalhau no prato de servir, por cima os ovos em gomos, a salsa picada e as azeitonas.



E Bom Apetite!

domingo, 25 de novembro de 2012

Filetes de Peixe Espada com Crosta de Amêndoas





Faço muitas vezes refeições com peixe espada. É um peixe acessível em termos de preço,e que nos permite imensas variações. Estes filetes, assim, ficam deliciosos. É uma receita adaptada  por mim, de uma da Vaqueiro, e uma optima sugestão. A amêndoa ralada dá-lhes um toque crocante e um sabor muito bom. Acompanhei com arroz de cenoura e legumes assados no forno. Uma maravilha.
Aqui fica a receita:

Ingredientes:

12 Filetes de Peixe Espada
2 ovos
farinha q.b.
100g de amendoa ralada
5 colheres de sopa de pão ralado
mistura de alho e salsa da Espiga
1 limão
Sal e pimenta de moinho q.b.
Óleo q.b.

Preparação:

Corte os filetes de peixe ao meio e tempere-os com sal, pimenta e sumo de limão.
Num prato coloque a amêndoa, o pão ralado e a mistura de alho e salsa. envolva bem. Bata os ovos com um garfo até estar bem batido.
Passe os filetes por farinha, depois pelos ovos batidos e finalmente pela mistura de amêndoa e pão ralado.Leve ao lume uma sertã com óleo, deixe aquecer e frite os filetes até estarem douradinhos. Retire  e escorra sobre papel absorvente. Acompanhe a seu gosto.
E Bom Apetite!

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Uma "Espécie" de Fatias Douradas

A minha cozinha não é perfeita... as minhas receitas nem sempre saem bem. Às vezes acontecem uns desastres, como este. Com o forno ligado, e um assado quase pronto, pensei em aproveitar e cozer um bolo para oferecer às visitas. Resultado... o forno quente fez cozer o bolo rápido demais, e enquanto terminou de  cozer queimou um pouquinho. Para terminar, ao retirá-lo da forma acabou por partir. Como nada se perde e tudo se transforma, cortei-o em fatias e reguei-o com uma camada de ovos moles. Desapareceu bem rápido e todos gostaram.
Aqui fica a receita:

Ingredientes:

Bolo: receita aqui

Ovos Moles:

6 gemas
100g de açúcar
àgua q.b
100g de amêndoa laminada
1 c. café manteiga 
3 c. sopa de vinho do porto


Preparação:

Ovos Moles:

Num tachinho coloque o açúcar, o pau de canela e a água, ( a água deve cobrir bem o açúcar) e leve a lume brando até ferver e começar a fazer bolhinhas. Deixe ferver mais dois minutos e retire do lume. Deixe arrefecer um pouco. Bata as gemas bem batidas, passe-as num passador de rede e junte-as à calda de açúcar.  Leve a lume brando até engrossar, sem deixar ferver, para não talhar. Junte o vinho do porto.
Corte o bolo e coloque-o numa travessa, cubra com o doce de ovos e sirva.
E Bom Apetite!

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Arroz de Pato no Forno à Antiga

Arroz de Pato... uma receita que nos permite algumas variações. Esta receita é um bocadinho (pouco) diferente daquela que faço habitualmente. As quantidades que deixo rendem os recipientes que podem ver nas fotos. Uma quantidade generosa..., que dá para um almoço em família, ou que podem acondicionar em recipientes e levar ao congelador, para usar naquele dia em que não há mais nada preparado... e assim evitam uma ida ao Take Away.
Ainda não foi desta que fiz a variação com o pato assado... pode ser que falte pouco até deixar aqui essa versão.
Aqui fica receita:


Ingredientes:

1 Pato
1 kg de arroz agulha
2 cebolas + 2 para o refogado
2 dentes de alho
oregãos secos a gosto
4 cravinhos
1 raminho de salsa
2 folhas louro
sal  e pimenta q.b.
2,5dl de vinho branco
azeite q.b.
1c. chá de açafrão
fatias de bacon a gosto
1 chouriço caseiro
1 farinheira


Preparação:

Limpa-se o pato. Retira-se a gordura e a pele (deixa-se ficar nas coxas e asas  para dar gordura para o arroz).
Leva-se um tacho ao lume com o vinho, duas cebolas em lâminas, os restantes temperos e introduz-se o pato. Adiciona-se àgua até o cobrir e leva-se a cozer até a carne se soltar dos ossos. Retira-se o pato, deixa-se arrefecer e desfia-se a carne.  Reserva-se. Coa-se o caldo da cozedura e junta-se um pouco ao pato desfiado. Leva-se ao lume para apurar sabores e rectificam-se os temperos, se necessário. Coloque ao lume um tacho com àgua fria com a farinheira e o chouriço. Deixe ferver lentamente para a farinheira não rebentar.
Entretanto faz-se um refogado com as restantes cebolas e os alhos, muito bem picadinhos. Deixa-se refogar até a cebola começar a ganhar uma cor douradinha, mas com cuidado para não queimar. Acrescenta-se o arroz e deixa-se fritar um pouco. Rega-se com o caldo da cozedura do pato e junta-se o açafrão. Vai-se acrescentando o caldo do pato, até o arroz estar praticamente cozido. Rectificam-se os temperos.
Unta-se um pirex com manteiga. No fundo coloca-se uma boa quantidade de arroz e por cima o pato desfiado e o bacon em fatias. Cobre-se com arroz e as fatias de farinheira e chouriço cozidos. Vai ao forno até dourar um pouquinho.
E Bom Apetite!

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Creme de Abóbora e Courgete

As sopas, para mim são, comida de conforto, alento para a alma... 
Sabe tão bem uma sopa quente, fumegante. Vieram parar cá a casa duas abóboras enormes, oferta da minha amiga L. Uma, além da quantidade utilizei para este creme delicioso, já foi parar ao congelador em saquinhos para sopas e purés. A outra, descansa no banco do jardim à espera que eu lhe dê um fim... Parece-me que em breve, vamos ter doces cozinhados...
Aqui fica a receita:


Ingredientes:

900g de abóbora
2 courgetes
3 cebolas
2 dentes de alho
2 batatas
azeite e sal q.b.

Preparação:

Descasque e corte as cebolas e os alhos em gomos e leve-os a refogar no azeite, durante 5 minutos. Vá mexendo sempre. Junte a abóbora em cubos, a courgete em rodelas e as as batatas.  Cubra com água a ferver, tempere de sal e tape o tacho. Deixe cozer 20 minutos, em fogo lento. Passa-se muito bem, com a varinha, até ficar bem cremosa. Rectifica-se de sal e junta-se um fio de azeite. Se gostar, sirva o creme bem quentinho com lascas de parmesão. Fica divinal.


E Bom Apetite!

domingo, 18 de novembro de 2012

Empadão de Carne

Esta é, e sem dúvida nenhuma, a receita preferida da minha filha mais velha... Empadão de carne!
A C. adora, e está sempre a pedir-me para fazer. É uma optima maneira de aproveitar os restos de carne, do cozido à portuguesa, por exemplo. Este empadão, que foi feito a 4 mãos, têve ainda a "ajuda" extra das minhas filhas, que não largavam os tachos do puré e do picado. "Mãe vai demorar muito?...ainda vais tirar fotos?... posso comer um bocadinho assim, antes de ir ao forno?
Quase que não sobrava para ir ao forno... :) afinal ainda sobrou picado, um dia destes saí outra refeição deliciosa!
Aqui fica a receita:

Ingredientes:

Picado:
500g carne vaca
400g de frango do campo
1 chouriço de carne
1 cenoura
1 tomate maduro
1 cebola
2 dentes de alho
2 folhas de louro
salsa q.b.
sal, pimenta e azeite q.b.
vinho branco q.b.
azeitonas pretas q.b.

Puré:
1,800g de batatas
sal q.b.
2 c. sopa de manteiga
2  gemas + 1 para pincelar
noz moscada q.b.
leite q.b.

Preparação:
Pique a cebola e os alhos e leve a refogar com azeite a gosto. Quando estiver douradinho regue com um pouco de àgua e deixe ferver. Corte as carnes e o chouriço em pedaços e junte ao refogado. Adicione o louro, a salsa, a cenoura em fatias e o tomate. Regue com o vinho branco  e tempere de sal e pimenta. Deixe cozinhar até a carne ficar tenra. Desosse o frango e pique tudo na picadora  Coe o caldo do refogado e junte um bocadinho à carne picada. Se necessário rectifique os temperos.
Coza as batatas em àgua e sal e quando estiverem cozidas, reduza-as a puré. Leve ao lume, com a manteiga e um pouco de leite conforme seja necessário (depende do tipo de batata). Envolva as gemas e tempere com a noz moscada. Unte um recipiente de forno com manteiga, e no fundo coloque metade do puré. Por cima espalhe a carne picada e cubra com o puré restante. Bata a gema com um pouco de àgua e espalhe por cima. Com um garfo, faça uns desenhos no puré. Leve ao forno pré aquecido até dourar e decore com azeitonas.

E Bom Apetite!

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Bolachinhas de Amêndoa e Limão

Já há algum tempo que não fazia bolachinhas. Estas são daquelas que desaparecem num instante. São muito fofinhas e com o sabor do limão ficam uma maravilha. Tornam-se num vício. É impossível comer só uma. Esta receita dá uma quantidade generosa de bolachas, enchi a caixinha e ainda deixei algumas de lado para oferecer. 
É tão bom poder partilhar...
Aqui fica a receita:

Ingredientes:

500g de farinha
3 gemas
200g de açúcar
200g de manteiga
raspa de 1 limão
1dl de natas
1 c. sobremesa de fermento
50g de amêndoa moída
100g de amêndoa laminada


Preparação:

Numa bancada,  coloque a manteiga amolecida, o açúcar, a raspa do limão e as gemas. Misture bem e junte as natas. Continue a mexer e por fim adicione a farinha, o fermento e as amêndoas. Misture tudo muito bem, até a massa ter uma consistência que lhe permita moldar bolinhas. Coloque as bolinhas num tabuleiro do forno e  pressione com um garfo em cima da massa. Leve ao forno a 200º cerca de 10/12 minutos. Não deixe cozer demasiado. Acompanhe com uma bela chávena de chá... em boa companhia!



quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Costeletas de Porco com Pêssegos e Tomilho


Os dias deveriam ter o dobro das horas, precisava sempre de mais um bocadinho de tempo... Tempo para fazer tudo aquilo de que gosto... tempo para ir ao ginásio, para visitar os blogs que sigo, para ler um bom livro, passear mais...Nos dias em que o tempo é curto, fazem-se refeições assim, rápidas e práticas, mas ainda assim deliciosas!
Aqui fica a receita:

Ingredientes:

4 costeletas de porco
azeite e sal q.b.
1 dente de alho
pimenta de moinho q.b.
tomilho fresco q.b.
6 metades de pêssego em calda 
vinho branco q.b.

Preparação:

Numa sertã coloque um bom fio de azeite e o dente de alho socado. Deixe aquecer bem e coloque as costeletas. Deixe-as fritar até ficarem douradinhas. Tempere de sal e pimenta e junte o tomilho. Corte os pêssegos em fatias grossas e junte à carne, deixe corar os pêssegos e regue com um pouquinho de vinho branco, rectifique os temperos e sirva. Acompanhei com bróculos cozidos e arroz branco.
E Bom Apetite!

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Macarrão no Forno com Frango e Cogumelos


As massas são refeições super rápidas e deliciosas. Fáceis de fazer são muitas vezes o nosso jantar!
Esta foi feita com base numa receita que vi no livro do Jamie Oliver "Cozinha na Italia". O perfume e sabor do mangericão deixam-na simplesmente deliciosa. Fiz com macarrão mas fica boa com outra massa qualquer.
Aqui está a receita, conforme a fiz:

Ingredientes:

500g de macarrão
2 peitos de frango
200g de cogumelos frescos
pimento verde em tiras q.b.
2 dentes de alho
1/2 dl de vinho branco
2 dl de natas
folhas de manjericão a gosto
sal, pimenta de moinho e azeite q.b.
mozarella ralado q.b.

Preparação:

Ligue o forno a 200º. Coloque ao lume uma sertã com um fio de azeite e doure os peitos de frango, cortados em cubos. Tempere de sal e pimenta. Corte os cogumelos e  o pimento, pique os dentes de alho e junte tudo ao frango. Deixe dourar e refresque com o vinho branco. Coza a massa até ficar al dente, com sal. Junte as natas ao frango e rectifique os temperos. Junte a massa, as folhas de manjericão e algum queijo ralado. Envolva bem e transfira para um prato de ir ao forno. Cubra com mais queijo e leve ao forno até ficar douradinha. Ao servir salpique com um fio de azeite, se gostar.
E Bom Apetite!

domingo, 11 de novembro de 2012

Tarte de Côco e Espumante com Requeijão e Mel

Dia de S. Martinho. Almoço com a família, ou parte dela... :). Na mesa, vários doces para acompanhar o café e  terminar os festejos do aniversário da minha sobrinha R. 
Dos "ajuntamentos" vieram 3 bolos. Bolo de cenoura com calda de chocolate da L., Páo de ló coberto com ovos moles da I. e aqui de casa foi esta tarte, que deixem que vos diga... é divinal. Numa revista  "Saberes e Sabores", tinha esta receita marcada para experimentar. Com um requeijão no frigorífico perto do fim da validade, surgiu a lembrança da receita. É maravilhosa...
Aqui fica a receita, conforme a fiz, pois faço sempre "pequenas" variações.

Ingredientes:

Massa:

300g de farinha extra fina
2 c. sopa de açucar
4 c. sopa de coco ralado
1 pitada de sal fino
150g de manteiga
1 dl de espumante

Recheio:

1 requeijão
100g de manteiga amolecida
4 ovos
4 c. sopa de mel
1 c. sopa de canela em pó
sumo de 1 limão
50g de açucar
1 c. chá de fermento em pó


Preparação:


Junte a farinha com o açúcar, o côco, o sal e misture bem. Adicione a manteiga amolecida em pedaços e misture até ter o aspecto de areia. Junte o espumante e misture até ficar uma massa homogénea. Deixe repousar. Aqueça o forno a 180º. Barre uma tarteira com manteiga forre-a com papel vegetal. Por cima coloque a massa, de modo a cobrir bem o fundo e os lados. Cubra com papel vegetal e encha-a com feijão seco ou grão. Leve ao forno cerca de 20 minutos. Entretanto prepare o recheio. Desfaça o requeijão com um garfo, junte a manteiga, o mel, o sumo de limão e a canela. Parta os ovos, junte as gemas ao preparado de requeijão e bata as claras em castelo. Na parte final adicione o açúcar às claras e continue a bater até estarem bem firmes. Bata a mistura de ovos e requeijão, com a batedeira, até obter um creme. Misture o fermento sem bater, e por fim as claras em castelo. Retire o papel vegetal com o feijão e deite o preparado na caixa de massa. Leve ao forno cerca de 25 minutos.
E Bom Apetite!

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Bolo Amarelo

Este bolo de farinha de milho amarelo foi uma surpresa... Andava há muito tempo para o experimentar pois tinha curiosidade em saber como seria a sua textura e sabor. É uma delicia, super saboroso e fofo.
Esta receita é livro "Receitas Saúdáveis da Cozinha Portuguesa - Bolos e Sobremesas", que me foi oferecido pelo meu marido. É  uma verdadeira enciclopédia de cozinha, cheio de sugestões maravilhosas.
Aqui fica a receita:


Ingredientes:

3 ovos
100g de manteiga
200g de farinha com fermento
100g de farinha de milho amarelo
200g de açucar
2 c. sopa de maisena
1 c. chá de fermento
2 dl de leite
compota de morango q.b.
1 cálice de vinho do porto
açucar em pó para polvilhar


Preparação:

Aqueça o forno a 200º. Unte uma forma sem buraco com manteiga e polvilhe-a com farinha. Bata a manteiga com o açúcar até ficar uma mistura cremosa. Junte os ovos um a um. De seguida misture, alternadamente as farinhas e o fermento com o leite, batendo sempre com a batedeira na velocidade mínima.
Leve ao forno aquecido cerca de 35 minutos (faça o teste do palito, nunca falha!). Desenforme, deixe arrefecer e corte-o ao meio com uma faca de serra. Numa tigela misture a compota com o vinho do porto e recheie o bolo. Cubra com a outra parte e polvilhe com açucar em pó.




E Bom Apetite!

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Lasanha de Salmão e Bróculos

Há muito tempo que tinha intenções de trazer aqui esta receita. Adoro salmão, mas não consigo comer uma posta. Mesmo grelhado na brasa, é um peixe que me deixa satisfeita só com metade da dose...Esta lasanha fica uma maravilha. O salmão e os bróculos são uma variação diferente, mas muito apetitosa. Aqui em casa somos fãs...
Eis a receita:

Ingredientes:

4 postas de salmão
2 embalagens de lasanha fresca do Continente
200g de bróculos
1 cebola
2 dentes de alho
sal e azeite q.b
2 cravinhos
salsa q.b
bechamel q.b.
queijo mozarella ralado


Preparação:

Leve ao lume uma panela com àgua, sal, os cravinhos a salsa e deixe ferver. Coloque dentro as postas de peixe, deixe ferver cinco minutos e retire para arrefecer. Na mesma àgua coza, por 5 cinco minutos os ramos dos bróculos.
Pique a cebola e os alhos e leve a refogar com um pouco de azeite. Quando a cebola estiver ligeiramente dourada junte um pouco de àgua de cozer o peixe. Deixe ferver. Lasque o salmão e retire-lhe as espinhas. Junte-o ao refogado,  juntamente com os bróculos. Adicione um pouco de bechamel para ligar. Rectifique os temperos. No fundo de um recipiente de forno coloque um pouco de bechamel, as folhas de lasanha seguidas do peixe, e assim sucessivamente até terminar com a massa. Por cima regue com o bechamel e polvilhe com queijo ralado. Leve ao forno cerca de 30 minutos ou até ficar bem douradinha.

E Bom Apetite!

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Compota de Pêssego

Esta receita estava para ser publicada há algum tempo. A compota foi feita com pêssegos madurinhos, saborosos e bem doces. Como não foi fotografada na devida altura, agora já não arranjei pêssegos para a produção fotográfica... fica a intenção! Fiz a compota com a casca e não me arrependi, ficou deliciosa, óptima para comer nas torradas ao pequeno almoço, no pão para o lanche da escola, ou para usar em recheios.
Aqui fica a receita:


Ingredientes:

1 kg de pêssegos
800g de açúcar amarelo
raspa de 1 limão
sumo de dois limões
2 paus de canela


Preparação:

Lave bem os pêssegos e seque-os com papel de cozinha. Corte-os em pedaços e retire-lhes os caroços. Junte-lhe açúcar, os paus de canela e vai ao lume até estar bem cozido. Retira-se a canela e passa-se  com a varinha mágica. Volta-se a colocar a canela, o sumo e a raspa do limão. Deixa-se cozer, (vai-se mexendo sempre para não pegar ao fundo do tacho) até o doce estar no ponto. Coloque um bocado de doce num prato, se passar com o dedo no doce e ele não se juntar está no ponto. Ferva os frascos para esterilizar e coloque o doce acabado de fazer nos frascos quentes. Tape os frascos e vire-os de cabeça para baixo, para criar vácuo. Deixe ficar até arrefecer.




E Bom Apetite!

domingo, 4 de novembro de 2012

Folhadinhos de Peru com Cogumelos















Com um pedaço de peru assado, e como estamos (mais que nunca!) em tempo de fazer  aproveitamentos, saíram estes folhadinhos. Nos tempos que correm, é essencial conseguir gerir a nossa cozinha de forma sensata, de modo a não haver desperdícios de comida. Nada se perde e tudo se transforma... Com o resto de carne assada e uns cogumelos, fiz 10 folhadinhos e ainda sobrou recheio. Amanhã saí mais qualquer coisa... :)
Fiz assim:

Ingredientes:

350g de peru assado
200g de cogumelos frescos
1 rolo de massa folhada (usei do lidl)
1 cebola
1 dente de alho
oregãos secos q.b.
azeite q.b.
Bechamel q.b. receita aqui
1 gema





Preparação:

Desfie a carne grosseiramente. Pique a cebola e o dente de alho e leve a refogar com o azeite. Corte os cogumelos em laminas e junte-os ao refogado. Deixe cozinhar um pouco e junte a carne. Tempere de sal, pimenta de moinho, os oregãos e vá mexendo. Por fim acrescente o bechamel. Envolva bem. Corte a massa folhada em rectângulos do tamanho que desejar. Sobre a massa, coloque uma colher de sopa de recheio. Dobre, e com o polegar pressione para a massa colar. Pincele com a gema desfeita num pouquinho de àgua e leve a forno quente, a 200º, até ficarem douradinhos.


E Bom Apetite!

sábado, 3 de novembro de 2012

Arroz de Pica no Chão ou de Cabidela

Hoje trago a receita com que participo no Concurso "A Mesa dos Portugueses", o Arroz de Pica no Chão. Tradicional, originária do Minho e que faz  parte do vasto e  rico património gastronómico português
Este arroz bem sei que não é agrado de todos, pois há quem não o aprecie derivado ao sangue que leva na sua confecção, sendo que esse é um pormenor muito importante no resultado final. 
Esta é uma receita que faz parte da minha infância, que sempre fez parte da nossa cozinha e que também é do agrado das minhas filhas.
Aqui fica a receita conforme eu a faço:

Ingredientes:
(para  8)

1 frango caseiro (cerca de 3kg)
2 cebolas 
2 dentes de alho 
1 dl de azeite
1 choriço caseiro
1 ramo de salsa
2 folhas de louro
2 dl de vinho tinto bom
1 kg de arroz carolino
1,5 dl de sangue de frango c/ vinagre
Sal e pimenta de moinho q.b.
Agua (4x o volume do arroz, ou mais para ficar bem solto 
1 limão
Preparação:


Se comprar o frango já morto, não se esqueça de pedir o sangue, ao qual deverá ser adicionado vinagre para não coalhar.
Depois do frango devidamente preparado e limpo, corte-o em pedaços. Pode deixar uns maiores e outros mais pequenos. Pique as cebolas e os alhos e leve a refogar com o azeite. Quando a cebola estiver a ficar douradinha, junte o frango partido, o louro e deixe refogar até o frango ganhar um pouco de cor. Regue com o vinho tinto, junte o chouriço, a salsa, o sal e um pouco de pimenta de moinho. Se necessário vá adicionando um pouco de água. Deixe cozer e refogar até ficar tenro. Retire as partes maiores e mantenha as mais pequenas na calda. Reserve o frango ao calor. Adicione a água e quando ferver junte o arroz e o sangue. Deixe cozer, rectifique os temperos e junte-lhe o sumo do limão. Sirva o arroz bem soltinho, com os pedaços de frango e o chouriço em fatias, por cima.
E Bom Apetite!

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

A MESA DOS PORTUGUESES






Hoje não vos trago receita... mas sim uma novidade!
À cerca de 3 meses, em meados de Julho, soube, através do Blog, da existência deste concurso. Como o tema me agradou, resolvi concorrer.

A Mesa dos Portugueses, é um concurso nacional de gastronomia com o objectivo de recolher as melhores receitas regionais e estimular a confecção de pratos com produtos de origem Portuguesa. Esta iniciativa visa ainda contribuir para a valorização do património gastronómico português.


A Mesa dos Portugueses é uma iniciativa do Correio da Manhã, que conta com o patrocínio do Chef Online Continente, da Repsol e da Teka e com o apoio da RTP.
 
O que me levou a participar, foi essencialmente o desafio de poder mostrar alguns dos pratos da  gastronomia minhota, tão rica e diversificada. Desde o 1º minuto que decidi que iria participar com a receita " O Pica no Chão" que foi feito e fotografado especialmente para o efeito. Só na parte final do concurso soube que poderia mandar 1 receita por categoria, e enviei mais 3 que já tinha publicadas no meu blog.
O passar à 2ª fase, das provas na Teka, foi uma surpresa e um susto! Ir a Lisboa cozinhar para o júri...apresentar o meu arroz, foi realmente inesperado.Não estava mesmo nada à espera. 
Foi uma experiencia única, enriquecedora e que adorei. O contacto com o jurí, foi excepcional. Foram motivadores, super simpáticos e  acima de tudo sabem ver que esta cozinha, é a cozinha das nossas casas, do dia a dia, geralmente com receitas que já vem do tempo dos nossos avós. 
Na viagem de volta a Braga vim com um sorriso de orelha a orelha. Acho que correu muito bem. Dias depois foi publicada a lista dos 48 escolhidos para terem a sua receita publicada em livro, e o meu nome estava lá. Fiquei super feliz!
Em relação ao facto de estar no grupo dos 14 finalistas... não tenho palavras para expressar aquilo que senti quando fui contactada. Um misto de surpresa, de alegria e de medo. Cozinhar em directo na televisão...
Espero estar à altura do desafio e de  corresponder às expectativas sobre o meu prato, que é bem simples e  muito típico do Minho, o fabuloso Pica no Chão.
Amanhã, dia 2 de Novembro, é o dia marcado.  A dona desta cozinha, vai estar entre as 11h30m e as 12h, no Programa "Praça da Alegria", na RTP1.

Até lá!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imprimir