quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Arroz de Polvo no Forno



As receitas com polvo são, seguramente, das que as minhas filhas mais gostam de comer...
Simplesmente, adoram!
Esta receita foi mais uma invenção feliz. Um arroz feito de improviso e que saiu tão bem. Nesta receita usei o Arroz Aromático - Bom Sucesso e o resultado foi fabuloso. O aroma deste arroz ao ser cozinhado é simplesmente fantástico e junto com o polvo ficou de comer e chorar por mais.













Aqui está a receita:

Ingredientes:

1 polvo médio (cerca de 1,500g)
1 cebola grande
2 dentes de alho
500g de  Arroz Aromático - Bom Sucesso
1/2 pimento verde
1/2 pimento vermelho
1 c. chá de açafrão
sal, azeite q.b.
salsa q.b..






Preparação:

Comece por preparar o polvo como habitualmente, e leve-o a cozer. Deixe-o cozer até ficar tenro, mas sem se desfazer. Retire-o da àgua e deixe arrefecer. Corte cada perna do polvo ao meio. Reserve a àgua. Ligue o forno, para ir aquecendo a 190º.
Faça um refogado com o azeite, a cebola e os alhos. Quando a cebola estiver ligeiramente dourada, junte um pouquinho de água de cozer o polvo e o açafrão. Deixe ferver, junte os pimentos em tiras pequenas e o polvo em pedaços. Tempere de sal e deixe ferver. Adicione o arroz e a àgua do polvo, (o dobro do volume do arroz) e deixe cozinhar cinco minutos. Rectifique os temperos e leve o arroz a terminar de cozer dentro do forno.









E Bom Apetite!

domingo, 26 de janeiro de 2014

Bolo de Tangerina e Côco


Os sacos de tangerinas foram chegando cá a casa até encherem as gavetas do frigorífico e a fruteira.
A sobremesa passou a ser ... tangerina!
A vontade de fazer um bolo foi aumentando e num destes dias, enquanto jantávamos, a receita foi surgindo na minha cabeça. Daí, a colocar o bolo no forno, foi um instante. 
Uma invenção que deu um resultado maravilhoso. Resolvi juntar côco e tangerina e posso dizer, que é dos melhores bolo de citrinos que já comi!
Húmido, delicioso e muito rápido de fazer. O cheirinho que deixou em casa, ao sair do forno é absolutamente fantástico. Para saberem do que falo, nada como experimentar!


Aqui está a receita:











Preparação:

Lave bem a tangerinas e esfregue bem a casca para retirar qualquer tipo de sujidade. Corte em 4 partes cada uma e coloque-as na liquidificadora, junte o açúcar, o óleo e os ovos inteiros e bata durante 5 minutos. Junte a farinha peneirada com o fermento e envolva na mistura da laranja. Junte o coco e misture bem. Leve a forno quente, 180º, cerca de 35/40 minutos. Faça o teste do palito. Retire o bolo do forno e deixe arrefecer. Junte o sumo de tangerina e de limão ao açúcar e mexa até dissolver. Desenforme o bolo para o prato e regue com o glacê.
































E Bom Apetite!

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Lombinho com Mel e Laranja


Chegar a casa tarde e fazer o jantar em menos de nada...
Os meus dias deveriam ter, não 24 mas 48 horas. Assim, talvez as horas chegassem para fazer tudo aquilo que quero, e preciso.
Nem sempre é fácil e possível, mas há dias em que tudo se conjuga para que o jantar seja perfeito. Delicioso.
Ingredientes simples. Quando o menos é mais, quando do pouco se faz muito.


Aqui está a receita:

Ingredientes:

2 lombinhos de porco 
pimenta de moinho
flor de sal
azeite q.b. 
q.b. mistura de alho e jindungo da Espiga
q.b. mistura de alho e salsa da Espiga
alecrim fresco q.b.
batatas q.b.
2 dentes de alho
3 laranjas





Preparação:


Coloque os lombinhos num tabuleiro. Polvilhe com a pimenta de moinho, flor de sal, a mistura de alho e jindungo , um pouco de alecrim desfeito, um fio de azeite e o sumo de 1 laranja. Esfregue bem e deixe ficar em repouso enquanto prepara as batatas. Se for possível, deixe a carne assim, durante 2 horas.
Lave e esfregue muito bem as batatas e mantenha a casca. Corte-as em gomos grossos e leve-as ao lume numa sertã anti aderente. Regue com um fio de azeite, sal e a mistura de alho e salsa e deixe saltear até estarem douradinhas. Coloque as batatas num recipiente de forno, tape com papel de alumínio leve ao forno quente. 


 
Na sertã onde dourou as batatas, e quando estiver bem quente, coloque os lombinhos e doure-os a toda a volta para selar a carne e manter os seus sucos. Coloque num tabuleiro, barre com o mel de alho e leve ao forno, a 180º por 10/15 minutos.
Fatie a carne, cubra com um pouco mais de mel,  acompanhe com as batatas e rodelas de laranja.


 E Bom Apetite!

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Gelado de Banana e Manga


Os dias de Inverno, que teimam em não passar, deixam-nos nostálgicos e até um pouco tristes. Pelo menos acontece assim comigo. Preciso mesmo de sol e calor para me sentir mais alegre e bem disposta. 
Decididamente, eu  e o inverno não combinamos!
Este gelado foi inspirado por um programa de culinária da Donna Hay - Rápido, fresco e simples
Realmente, é do mais simples que há e super rápido a fazer e podemos comê-lo quase imediatamente.
Uma receita fresca e apelativa, para "chamar o Verão de volta"!


Aqui está a receita:

Ingredientes:

2 bananas da madeira 
2 mangas
1 iogurte natural (usei grego)
cones de baunilha
100g de chocolate culinária (usei pantagruel)




Preparação:

Descasque as bananas e as mangas e corte em pedaços.
Coloque a fruta no congelador, cerca de 3/4 horas para congelar.
No copo da liquidificadora, junte o iogurte e a fruta. Triture bem até estar uma polpa homogénea, coloque num recipiente e leve um pouco mais ao congelador.
Derreta o chocolate em banho maria. Passe-o para um saco de pasteleiro, se não tiver pode ser um saco plástico transparente. Num dos cantos faça um pequeno furo. Sobre um pedaço de papel vegetal, faça desenhos a seu gosto. Deixe secar.



Coloque o gelado nos cones e por cima decore com uma, ou mais figuras em chocolate.
As que sobrarem, podem ser guardadas em caixas, sobre papel vegetal.





Fácil, simples e tão bom!




E Bom Apetite!

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Sopa de Abóbora e Alho Francês com Bacon Crocante

Paninhos da Loja Algolinho






O tempo frio pede sopas, caldos e canjas. Tudo em prol do aquecimento do corpo!
Nestes dias, sabe-me mesmo bem uma sopa quente e reconfortante. Um prato de sopa e um pãozinho e fico saciada.
Podemos variar as nossas sopas, de modo a serem mais apelativas, porque quem tem crianças pequenas nem sempre os consegue convencer a comê-las. Não é o caso aqui de casa. As minhas filhas desde cedo se habituaram à sopa, havendo no entanto algumas de que gostam mais. Esta é verdadeiramente deliciosa. 


                                                                                                                                                                   Paninhos da Loja Algolinho

Aqui está a receita:

Ingredientes:

800g de abóbora descascada e em cubos
2 batatas médias
1 courgete
1 cebola 
4 dentes de alho
2 talos de alho francês (só a parte mais branca)
100g de bacon em tiras fininhas
sal e azeite q.b.
pimenta de moinho


                                                                                                                                                                   Paninhos da Loja Algolinho

Preparação:

No fundo de uma panela coloque um bom fio de azeite a aquecer. Junte a cebola em laminas e os alhos cortados ao meio. Vá mexendo e adicione a abóbora, a courgete e as batatas. Deixe cozinhar, mexendo sempre de modo aos legumes começarem a caramelizar um pouco e estarem amolecidos. 
Regue com água quente até cobrir os legumes e deixe cozinhar 15 minutos.
Corte o alho francês em rodelas e lave muito bem. Numa sertã, sem nenhuma gordura, salteie as tiras de bacon até ficarem crocantes, mas sem deixar queimar. Depois de pronto, reserve. 
Triture os legumes da sopa até obter um puré espesso e aveludado. Se necessário junte um pouco mais de água. Adicione as rodelas de alho francês, tempere de sal e deixe cozinhar até estar cozido. 
Ao servir a sopa, adicione o bacon, um fio de azeite e um pouco de pimenta de moinho.

                                                                                                                                                                   Paninhos da Loja Algolinho

E Bom Apetite!

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Bolo de Banana e Muesli












As bananas maduras na fruteira, estavam a pedir... um bolo!
Nem sei que vos posso dizer para melhor o definir. Macio, húmido, intenso e cheio de sabor. Uma daquelas experiências na cozinha, onde os ingredientes vão surgindo na nossa cabeça de forma a fazer deste bolo algo de especial.
Uma verdadeira surpresa a cada dentada. Sente-se bem os pedaços de banana, o toque delicioso da canela e do mel, e  na cobertura os grãos do açúcar em cristais e o muesli estaladiço, que nos fazem dar um sorriso rasgado e continuar a saborear este bolo maravilhoso.
Uma receita para repetir muitas vezes... 








































Aqui está a receita:

Ingredientes:

4 bananas da Madeira maduras (são as melhores, mais doces e saborosas!)
3 ovos
150g de açúcar amarelo
200g de farinha Branca de Neve Fina
3 c. sopa de mel
1dl de óleo
1c. sopa de canela
1 chávena almoçadeira de muesli
1 c. chá de bicarbonato
açúcar em cristais




Preparação:


Na tigela da batedeira, coloque os ovos e o açúcar. Vá batendo até obter uma mistura volumosa. De seguida adicione as bananas, pisadas com um garfo grosseiramente, o mel e o óleo. Bata mais um pouco e junte a farinha peneirada, o bicarbonato e a canela. Por fim, envolva metade do muesli  e coloque a mistura numa forma a seu gosto. Eu usei a forma de bolo inglês. Por cima cubra com o restante muesli e uma camada generosa de açúcar em cristais.




Leve a forno pré aquecido a 190º durante cerca de 45 minutos. Confirme com o teste do palito porque depende sempre do forno.
Desenforme, deixe arrefecer. Decore a seu gosto e regue com um fio de mel.




E Bom Apetite!

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Mousse de Lichias com Calda de Romã e Lima








Uma sobremesa improvisada para não deixar estragar uma lata de lichias que tinha sido aberta e estava intacta.
Uma sobremesa deliciosa. Uma mousse muito suave que se desfaz na boca e nos enche o palato de sabor.
Para contrariar a ideia de "sobremesa branca" e sem cor, nada mais nada menos que a cobrir com uma das melhores caldas de frutos, pelo menos para mim, que costumo fazer.
Uma conjugação maravilhosa de sabores. O doce da mousse de lichia quebrado pela calda de romã e lima.
Para perceberem bem o que estou a dizer, só provando mesmo...












Aqui está a receita:


Ingredientes:
Mousse:

1 lata de lichias em calda
2 iogurtes gregos
1 lata de leite condensado
1 dl de leite
7 folhas de gelatina

Calda de Romã e Lima:

1 romã
100g de açúcar
2 c. sopa de àgua
2 limas


Preparação:

Coloque as lichias a escorrer e a gelatina de molho em água fria. No copo liquidificador coloque as lichias, o leite condensado, os iogurtes e bata tudo até obter um puré. Aqueça o leite e junte-lhe a gelatina escorrida, mexa para dissolver. Depois de morno, junte ao puré triturado e envolva bem. Coloque numa forma grande passada por água fria, ou em formas pequenas e leve ao frigorifico cerca de 3 horas.
Para a calda, leve ao lume os bagos de romã, o açúcar e a água. Deixe ferver até obter uma calda grossa avermelhada. Adicione o sumo das limas, deixe ferver e retire do lume.
Sirva as mousses regadas com a calda, depois de fria.






E Bom Apetite!

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Baileys Caseiro

Tabuleiro da loja Ideias & Mimos







Já falei várias vezes sobre a inspiração que são alguns programas de culinária. São muitas as vezes em que fico tão inspirada que tenho é vontade de correr para a cozinha! ;)
Um dos meus programas de culinária favorito é da Lorraine Pascale. Receitas simples e fáceis que dão vontade de as fazer.
Esta é uma delas. Baileys caseiro, com um resultado final que não deve nada ao original.


Tabuleiro da loja Ideias & Mimos



Aqui está a receita:

Ingredientes:

2dl de natas
3,5dl de whisky
2 c. chá de café solúvel
40g de chocolate ralado
2 latas de leite condensado
1 c. sopa de extracto de baunilha


Tabuleiro da loja Ideias & Mimo

Preparação:


Num tacho, coloque as natas, o whisky, o café solúvel e leve ao lume. Jnte o chocolate ralado e vá mexendo até este derreter. Por fim junte as latas de leite condensado e o extracto de baunilha. Deixe fervilhar e retire do lume até arrefecer.
Depois de frio, coloque em garrafas e está pronto o servir.



Tabuleiro da loja Ideias & Mimos




E Bom Apetite!

domingo, 12 de janeiro de 2014

Estrelas Folhadas








Uma delicia e tão fáceis de fazer!
Um miminho de Natal, inspirado numa receita da Lorraine Pascale. São do mais simples e fácil que há, e são uma ideia interessante para oferecer uma lembrança de ultima hora.
Fizeram parte da nossa mesa de Fim de Ano. Para que possam fazê-las facilmente, deixo foto com os vários passos.





Aqui está a receita:

Ingredientes:

1 placa de massa folhada rectangular
q.b de Doce de Castanha Casa da Prisca
q.b de ovos moles  receita aqui
1 gema para pincelar
q.b. de açúcar em pó
canela em pó





Preparação:

Desenrole a massa folhada e corte quadrados de 10x10. Com uma faca, faça 1 corte em cada canto, em direcção ao centro, de modo a deixar um quadrado no meio. Coloque aí a compota ou o doce de ovos moles. Dobre as pontas de modo a formar uma estrela. Pincele com a gema desfeita num pouco de àgua e leve ao forno pré aquecido a 200º durante cerca de 10 minutos.
Deixe arrefecer e polvilhe com canela e açúcar em pó.






E Bom Apetite!

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Pão de Ló Tradicional























Ainda os doces das festas de Fim de Ano!
Pão de ló tradicional. Fofo, leve, delicioso e perfumado, é uma das relíquias da nossa gastronomia.
Nunca falta nas mesas das festas, de Natal, fim de ano e na Páscoa.
Já conhecem a história deste bolo extraordinário?



Aqui fica um pequeno texto sobre esta iguaria.

"...O pão-de-ló costumava fazer-se em casa e bater-se à mão. Era um trabalho de mulheres determinadas, de braços fortes e enérgicos, que durante quase uma hora batiam os ovos e o açúcar até os transformarem numa espuma cremosa e delicada. A tarefa era árdua e justificava a entreajuda, a partilha do esforço, mas também do prazer de criar um alimento de festa, que vinha quebrar a monotonia e a pobreza das mesas da Quaresma.
A par destes pães-de-ló caseiros surgiram, no Minho, os pães-de-ló de pastelaria, que mecanizaram o processo, sem perda de qualidade e que, por isso, ganharam fama e reconhecimento muito para além da região.    

Um deles é o pão-de-ló de Margaride, que no século XVIII começou a ser produzido para venda, e com tal qualidade que conquistou os paladares exigentes da Casa Real Portuguesa. Ainda hoje continua a fabricar-se, em belíssimas instalações fundadas no século XIX por Leonor Rosa e mantidas até hoje pela sua família. A excelência do produto, razão da sua industrialização precoce, aliada a um resguardar da técnica e da receita de origem, permitiu dar-lhe continuidade e garantir-lhe sucesso ao longo de dois séculos e meio..."







Aqui está a receita:


Ingredientes:

13 gemas
5 ovos inteiros
1 c. chá de sal
400g de açúcar
250g de farinha (uso a  Branca de Neve azul)

 
Preparação:


Batem-se os ovos inteiros com as gemas, o sal e o açúcar na batedeira durante 20 minutos, até obter uma massa volumosa.
De seguida adiciona-se a farinha peneirada, muito lentamente. Envolve-se sem bater, mexendo a massa de baixo para cima. 
Pré aqueça o forno, a 220º. Forre a forma com papel manteiga, (eu uso uma forma de barro com um funil no meio e com tampa) e coloque dentro a massa.
Leve ao forno durante 15 minutos, e depois reduza a temperatura para 170º, por mais 25 minutos.
Quando cozido, retire do forno e deixe-o arrefecer, tapado dentro da forma.








E Bom Apetite!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imprimir