quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Mousse de Cacau e Abacate com Muesli




Há por aí apreciadores de chocolate e cacau? E se for uma mousse com os dois? Esta sobremesa feita em 10 minutos, foi inspirada na receita que vi no programa Prato do Dia 2 do 24Kitchen. Fiz uma pequena alteração. Substituí parte do chocolate por cacau, deixando-a com um toque mais amargo, que as minhas filhas não aprovaram, mas que para mim, que adoro chocolate negro a tornou ainda mais apetecível.Uma receita muito fácil de fazer e que podemos servir de imediato.



Aqui está a receita:

Ingredientes:

4 abacates pequenos
4 c. de sopa de cacau em pó
2 c. de sopa de chocolate em pó
6 c. de sopa de mel
muesli ou cereais a gosto



Preparação:


Descasque os abacates, corte-os em fatias e coloque-os no copo da varinha mágica. Junte o cacau e o chocolate e o mel. Com a vartinha reduza tudo a puré até obter uma mousse fofa mas consistente.
Passe o preparado para um saco de cozinha sem bico, em alternativa pode usar um saco de plástico ao qual cortou um dos cantos. 
No fundo das taças de servir, coloque uma porção de cereais, eu usei muesli, a seu gosto. Por cima coloque uma camada de mousse. Para decorar coloque mais um pouco de cereais. 
Se assim , o entender pode servir de imediato ou leve ao frio até ao momento de se deliciar...

E Bom Apetite!

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Tarte de Atum e Vegetais

Quando o tempo é pouco e a hora da jantar está a chegar, fazem-se refeições assim. Rápidas, simples e ainda assim reconfortantes.
Estas tartes, ou quiches são o improviso ideal para dias complicados e dão-nos inúmeras  possibilidades de recheio. A solução ideal para usar os restos do frigorífico.
Esta ficou uma maravilha.







Aqui fica a receita:


Ingredientes:

1 massa quebrada de compra
3 ovos
2 latas de atum
150g de queijo creme
150g de cogumelos brancos
1 talo de alho francês
100g de folhas de espinafres
1/2 dl de leite
azeitonas em rodelas q.b.
azeite q.b.
sal e pimenta de moinho
queijo parmesão ralado na hora




Preparação:

Unte uma tarteira e coloque nela a massa com o papel vegetal. Acondicione de modo a fixar bem e pique o fundo com um garfo. Numa sertã coloque um fio de azeite e refogue o alho francês em rodelas e os cogumelos em fatias. Junte os espinafres, tempere de sal e pimenta e reserve. Bata os ovos com o leite, junte o queijo creme e envolva bem. De seguida junte o atum escorrido, as azeitonas e o refogado de legumes. Tempere de sal e pimenta de moinho. Coloque na tarteira sobre a massa, e polvilhe com o parmesão ralado na hora. Leve ao forno pré aquecido a 180º durante 25/30 minutos.





E Bom Apetite!

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Doce de Gila e Especiarias



























Veio parar aqui a casa uma deliciosa abóbora gila, oferta de uma vizinha. Depois de adiar a execução deste doce durante uns tempos, lá me decidi a fazê-lo. A este, resolvi dar um novo sabor e  perfumá-lo com o toque das especiarias. Ficou muito bom e embora permanecendo o doce da gila sente-se muito bem o sabor e o aroma das especiarias que usei. Uma mistura de sabores e aromas. Cravinho, canela e flor de anis, a rematar tudo,  cascas de limão. 
Delicioso. Os travesseiros de gila que preparamos no workshop de dia 24, foram recheados com este doce, misturado com amêndoas e doce de ovos. 








Aqui está a  receita:


Ingredientes:

1 abóbora gila (depois de cozida pesava 1,200g)
sal q.b.
750g de açúcar
2 paus de canela
6 cravinhos
3 estrelas de anis
2dl de água de cozer a abóbora
2 cascas de limão





























Preparação:

Parta a abóbora, atirando-a ao chão, (a abóbora não pode ser cortada com faca) de modo a quebrá-la em pedaços. De seguida retire todos os filamentos amarelos e as pevides. Lave a abóbora em várias águas até deixar de fazer espuma. Coloque a abóbora de molho de um dia para o outro.
Escorra a gila e leve-a a cozer em água e sal cerca de 30 minutos ou até a casca se começar a soltar. Deixe-a arrefecer um pouco e desfie-a a em fios. Lave os fios em várias águas, coloque a escorrer e pese-a.






Leve ao lume a água com o açúcar, a canela, os cravinhos, a estrela de anis e o limão até fazer ponto de pérola. Adicione a gila bem escorrida e deixe ferver mais ou menos 40 minutos, ou até ao passar a colher de pau no fundo do tacho se formar uma estrada.
Depois de pronto coloca-se o doce, ainda quente em frascos esterilizados e bem fechados. Colocam-se os frascos de cabeça para baixo até arrefecer, de modo a ganhar vácuo.






E Bom Apetite!

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Batatas Recheadas... com Cozido à Portuguesa!



Já falei aqui no blog várias vezes, sobre o facto de não gostar desperdiçar e deitar comida fora.
Com os restos do frigorífico podemos improvisar e fazer refeições deliciosas e diferentes. 
Estas batatas são o exemplo perfeito. Com os restos do cozido à portuguesa no frigorífico e a ajuda do marido,  improvisou-se e em pouco tempo tínhamos uma refeição nova, diferente e muito saborosa na mesa.




Aqui está a receita:


Ingredientes:


5 batatas médias
restos de carne picada (do cozido) q.b.
1 cebola
2 dentes de alho
azeite e sal q.b.
pimenta de moinho q.b.
mistura de 3 queijos ralados
creme de vinagre balsâmico



Preparação:


Lave muito bem as batatas. Corte-as ao meio e leve-as a cozer com a casca, em água e sal. Deixe cozer até estarem cozidas mas rijas. Retire e deixe arrefecer. Pele-as e com a ajuda de uma colher de sobremesa, escave-as de modo a criar uma "caixa". Reserve a polpa de batata.
Pique os alhos e a cebola e leve a refogar. Adicione as carnes picadas no processador. Tempere de sal e pimenta de moinho e mistura de alho e jindungo. Adicione a polpa da batata pisada com um garfo e envolva bem. Rectifique os temperos, se necessário. Recheie as "caixas" de batata com o recheio, polvilhe com queijo ralado e leve a forno quente cerca de 15 minutos ou até que fiquem tostadinhas. Acompanhei com grelos salteados e creme de vinagre balsâmico.




E bom Apetite!

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Magret de Pato com Mostarda de Ananás






Uma receita bem simples mas com um aspecto requintado.
Adoro pato.  Este,  foi feito praticamente como de costume, não fosse o condimento de mostarda a dar o toque diferente. Uma carne saborosa e suculenta barrada com este creme delicioso. Sem dúvida nenhuma que ficou aprovadissimo!





Aqui está a receita:


Ingredientes:

4 peitos de pato (usei frescos)
flor de sal
pimenta de moinho q.b.
tomilho fresco
Condimento de Mostarda Casa da Prisca q.b.





Preparação:

Limpe e corte os excessos de gordura do pato, mantendo a pele. Com uma faca faça vários cortes em diagonal sobre a pele. Leve ao lume uma sertã e quando estiver bem quente, coloque os peitos de pato com a pele para baixo. Não adicione gordura, a pele do pato é mais que suficiente. Barre com um pouco de mostarda. Tempere de flor de sal, o tomilho desfeito, pimenta de moinho e deixe cozinhar cerca de 6 minutos de cada lado. Transfira para um recipiente e deixe a carne repousar e libertar os seus sucos. Ao servir, barre a carne novamente. Acompanhei com  ananás grelhado e grelos salteados.


E Bom Apetite!

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Delícia de Gila, Doce de Ovos e Amêndoa

Paninhos da loja Algolinho

















Gila, doce de ovos e amêndoa. Uma combinação clássica e infalível! 

Sei que nem todos são apreciadores de doce de gila, ou chila, mas no vasto leque de receitas tradicionais e conventuais portuguesas, temos muitas vezes a sua presença. Eu confesso que gosto muito, se fosse de outra forma talvez também não me aventurasse na sua preparação. Sim, porque o trabalho que este doce dá na sua preparação não é pouco. Já tenho no blog uma receita de doce de gila aqui  mas esta é diferente. Levou uma doce generosa de especiarias e o resultado é fabuloso. Teremos receita nova nos próximos dias.


Paninhos da loja Algolinho







Aqui está a receita:

Ingredientes:

2 placas de massa folhada redonda
100g de amêndoa palitada
150g de doce de gila (usei caseiro)
canela em pó q.b.
1 gema para pincelar


Doce de ovos:

200g de açúcar
7 gemas
1dl de àgua
raspa e sumo de 1/2  limão


Paninhos da loja Algolinho


Preparação:


Leve ao lume o açúcar com a água até atingir ponto de fio. Retire do lume e deixe arrefecer um pouco. Bata muito bem as 7 gemas e envolva-as na calda. Misture e leve de novo ao lume, lentamente até cozer as gemas e engrossar o creme. Adicione a raspa e o sumo de meio limão, as amêndoas e a gila. Retire e deixe arrefecer.
Desenrole e  pique, com um garfo as duas placas de massa folhada. Coloque uma no tabuleiro do forno, cubra-a com o creme e polvilhe generosamente com canela em pó. Deixe uma margem com cerca de um centímetro a toda a volta sem creme. Cubra com a outra massa e pressione as bordas para colar. Com os dentes de um garfo pressione a toda a volta de modo a formar uma "cerca".  Desfaça a gema com um pouquinho de água e pincele toda a superfície do folhado.
Leve a forno pré aquecido a 190º durante 15/20 minutos (depende sempre do forno), até que fique bem folhada e douradinha. 
Retire e deixe arrefecer. Depois de fria polvilhe com açúcar em pó.





E Bom Apetite!

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Tarteletes de Chocolate Branco e Doce de Castanha

Os posts no blog tem sido escassos...
Tenho andado numa roda viva e o tempo tem sido escasso. 
Para celebrar o mês da castanha, preparei estas tarteletes deliciosas. Uma mistura que não falha. Chocolate, massa folhada e um doce de castanha fabuloso fizeram destas tarteletes um "miminho especial".
Ingredientes simples e um resultado surpreendente!






Aqui está a receita:


Ingredientes:

2 placas de massa folhada ( usei do Lidl)
200g de chocolate branco
2 dl de natas
3 ovos
Doce de Castanha - Casa da Prisca q.b.
1 gema para pincelar




Preparação:

Com o corta massas redondo, corte discos de massa folhada e forre as formas de tartelete.
Parta o chocolate em pedaços e leve a derreter em banho maria. Junte as natas, os ovos batidos e deixe engrossar ligeiramente. Coloque o creme de chocolate sobre as formas forradas e no meio deite uma colher de chá de Doce de Castanha - Casa da Prisca. Com um garfo faça espirais, de modo a envolver o doce no creme de chocolate.
Corte tiras de massa folhada e sobreponha sobre as tartes. Pincele com a gema desfeita num pouquinho de àgua e leve a forno pré aquecido a 180º durante 20 minutos.









E Bom Apetite!

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Passatempo "CHEFS LÁ DE CASA"

E a aventura continua hoje...

Depois de ter dado a provar ao Júri o nosso "Bacalhau com todos... na Broa", mais logo vou preparar a receita em directo na Praça da Alegria - RTP!






























Obrigada a todos aqueles que acreditam em mim!

Um abraço sincero,

Maria José

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Caril de Peixe e Legumes com Arroz Integral

Esta receita era para não ter existido... pelo menos desta vez!
Um peixe fresco e delicioso que inicialmente seria para fazer uma tarte de peixe, transformou-se neste caril saboroso e aromático. Bem, mais tarte ou mais cedo, haveria de aparecer aqui esta receita de que tanto gosto.
Já sabe quais são os benefícios do caril?
O Caril é uma mistura de ervas e especiarias (cominhos, açafrão, coentros, cravinho, gengibre, cardamomo, pimenta, e ervas secas). Além de suas qualidades culinárias, é reconhecido como o digestivo, estimulando as propriedades curativas.


 Aqui está a receita:


Ingredientes:

Pescada e salmão fresco (cerca de 750g)
2 cebolas 
 2 dentes de alho
1 c. de sopa de caril em pó

gengibre fresco ralado
azeite q.b.
Sal e pimenta q.b.

2 talos de alho francês
1/2 pimento verde
1/2 pimento vermelho
leite de coco q.b.

coentros frescos q.b.

Acompanhamento:

Arroz carolino integral - Bom sucesso



Preparação:

Num tacho coloque a cebola e os alhos picados, junte o azeite e leve a refogar. Adicione o alho francês em rodelas e os pimentos em tiras. Deixe cozinhar cinco minutos,  junte o caril e tempere de sal e pimenta de moinho. Junte o leite de coco e mexa bem. Adicione o peixe em pedaços e o gengibre ralado. Rectifique os temperos e deixe cozer lentamente durante 10 minutos.
Coza o arroz conforme as instruções do fabricante e sirva com o caril.



E Bom Apetite!

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Cozido à Portuguesa... comida de conforto para dias de Inverno!

















Os dias de frio e chuva chegaram... Aos poucos o Outono toma conta de nós e cobre-nos com o seu manto  frio e molhado. Confesso, não gosto de chuva. Sei que é necessária, mas os dias cinzentos e "fechados" não combinam comigo. Sou mais de sol e calor. 
Este Cozido à Portuguesa, foi feito num desses dias, de chuva.
Esta é a chamada comida de conforto, que aquece o corpo e a alma. Um prato forte e nutritivo, que sendo feito a preceito nos faz ficar com um "panelão" de comida para a semana inteira. Um bocadinho disto, outro daquilo e temos comida para um regimento.

Aqui está a minha receita:

Ingredientes:

1 frando caseiro ( ou do campo)
600g de carne de vaca
1/2 pernil de porco fumado
1/2 orelha de porco fumada (pequena)
350g de entremeada com osso (salgada de véspera)
chouriça tradicional Casa da Prisca
farinheira - casa da Prisca
moira - Casa da Prisca
4 cenouras
1,200g de batatas
4 pencas pequenas
sal e azeite q.b.




Preparação:

Lave e limpe as carnes. Coloque a carne de vaca a cozer com um pouco de sal. A meio da cozedura junte o frango cortado em pedaços. Quando estiverem cozidos, retire e reserve. À parte coza a entremeada, a orelha, o pernil, a chouriça e a morcela. Quando estiverem cozidos, retire e rejeite a água de os cozer. Num tacho à parte coza a morcela, lentamente cerca de 10 minutos. Descasque as cenouras e as batatas e arranje a penca em pedaços. Lave tudo em várias águas e deixe a hortaliça de molho.
Na água da cozedura do frango coloque as cenouras em pedaços e deixe cozer 10 minutos, junte as batatas cortadas ao meio e as partes mais grossas da penca. Tempere de sal e regue com um bom fio de azeite. Deixe ferver 5 minutos e adicione a restante hortaliça. Nos últimos 5 minutos de cozedura junte as carnes em pedaços. Se necessário rectifique os temperos. Retire para o prato de servir e por cima coloque os vários enchidos.  Acompanhe com arroz branco e com caldo da cozedura do cozido.



























E Bom Apetite!

domingo, 3 de novembro de 2013

Bolo Aracnideo para o Halloween!


Um bolo delicioso, húmido e pouco doce. Uma receita da "Dica da Semana - do Lidl". Certamente também a devem ter visto. Este bolo foi feito e decorado pelo Senhor cá de casa e foi um sucesso. Apenas me fiquei pela ajuda na cobertura e sugestão do limão. A minha receita foi ligeiramente alterada, menos natas e sumo de limão na cobertura, o que resultou muito bem. 
Ficou com um sabor mais fresco e menos doce. Delicioso!



Aqui está a receita:

Ingredientes:

Bolo:
3 ovos
400g abóbora manteiga cozida
400g de açúcar
300g de farinha
100g de nozes picadas
2 dl de óleo
1 colher de chá de canela
1 colher de sopa de fermento 


Cobertura:
2 dl de natas
75g de açúcar
sumo de 1 limão
100g de chocolate culinária
2 c. sopa de natas


 


Preparação:

Descasque e coza a abóbora, e deixa-a escorrer num passador. O ideal é de um dia para o outro. Bata os ovos com o açúcar e o óleo. De seguida adicione a abóbora, bem escorrida, e as nozes e envolva bem. Junte a farinha, aos poucos, e a canela e o fermento. 



 Unte com manteiga e polvilhe com farinha uma forma redonda e sem buraco.Coloque dentro a massa e  leve ao forno quente, a 180º durante 40 minutos. Faça o teste do palito. Desenforme e deixe arrefecer.
Bata as natas, quando estiverem a formar picos adicione o açúcar e continue a bater. Por fim, junte o sumo do limão e envolva. Coloque o bolo no prato de servir e cobra-o com as natas. Derreta o chocolate em banho maria com 2 c. sopa de natas. Coloque o chocolate derretido num saco de pasteleiro com bico liso e, do centro para fora, vá desenhando uma espiral. Com a ajuda de um palito vá "puxando" pequenos riscos no chocolate de modo a fazer uma teia de aranha. Decore a seu gosto, com aranhas e outros amiguinhos maléficos de Halloween.  



E Bom Apetite!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imprimir