quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Clafoutis de Pêssego

Uma sobremesa rápida, simples de fazer e deliciosa. Uma inspiração de Domingo, numa receita do Jamie Oliver. Fiz algumas (poucas) alterações à receita original. Substituí a noz moscada por essência de baunilha e alterei as quantidades de alguns ingredientes.
Uma maravilha, acompanhada por  uma bola de gelado de nata.




Aqui está a receita:


Ingredientes:

1 lata de pêssego em calda
4 ovos
3 c. sopa de farinha
3 c. sopa de açúcar amarelo + 2 para polvilhar
4dl de leite
essência de baunilha q.b.
1 pitada de sal fino
50g de manteiga
açúcar em pó q.b.










Preparação:

Aqueça o forno a 200º.  Numa tigela coloque os ovos e o açúcar e bata bem. Junte a farinha, o sal e a essência de baunilha. Aqueça o leite até ferver, deixe amornar um pouco e depois adicione lentamente à mistura de ovos. Unte um recipiente de forno com manteiga e coloque dentro as metade de pêssego, com  a parte côncava virada para cima. Despeje a massa por cima, e a manteiga em pedacinhos. Polvilhe com o restante açúcar e leve ao forno quente durante 25 minutos. Sirva morno, polvilhado de açúcar em pó e acompanhado por uma bola de gelado.






















E Bom Apetite!

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Pato com Laranja e Alecrim



























Mais uma receita de pato. Desta vez, preparado no tacho e depois terminado no forno. Delicioso, tenro, macio e saboroso. Tão fácil de fazer, o nosso almoço num dia de Domingo. Para terminar, o molho de laranja dá o toque final à carne do pato. Um molho agridoce, que já é um clássico aqui em casa. Acompanhei o pato com grelos frescos salteados e batatas hasselback. Num dos próximos posts deixo a receita destas batatas deliciosas.
Já conhecem, de certeza  a marca de sal Vatel.  É a marca de sal que sempre usei cá em casa.
Deixo-vos um pouco de informação, acerca desta variedade, que vos poderá ser útil.














De recolha artesanal, o Sal Marinho Tradicional VATEL é obtido manualmente de pequenas salinas tradicionais localizadas na costa Algarvia.

Não sendo sujeito a qualquer tipo de transformação, o Sal Marinho Tradicional VATEL mantém todas as características originais e naturais do sal marinho, com a sua coloração rústica, grãos cristalinos pouco uniformes e húmidos.

O Sal Marinho Tradicional VATEL é indicado em todo o tipo de aplicações culinárias conservando e realçando o sabor natural dos alimentos.



























Aqui está a receita:


Ingredientes:

1 pato fresco
alecrim fresco q.b.
1 laranja
2dl de vinho branco
pimenta de moinho q.b.
sal marinho tradicional Vatel
3 dentes de alho finamente picados
1 cebola
2 cravinhos


Molho de Laranja: receita aqui



























Preparação:

Pique os alhos e uma porção de alecrim, junte sal e pimenta a gosto, um pouco de azeite e faça uma pasta. Barre o pato por dentro e por fora. Coloque um tacho ao lume com um fio de azeite. Quando estiver bem quente junte o pato. Vá virando de modo a dourar toda a ave. Quando estiver bem douradinho regue com o sumo da laranja e o vinho branco. Mexa bem e raspe o fundo tacho para libertar todos os sucos da carne. Junte a cebola em gomos e os cravinhos. Tape e deixe cozinhar lentamente durante 1 hora e 15 min. Se estiver a ficar com pouco caldo, junte um pouco de àgua.
Coloque o pato num recipiente de forno, regue com um pouco do caldo da cozedura e um fio de azeite.
Leve a assar por 30 minutos, até que fique douradinho e bem cozinhado.
Sirva o pato com grelos salteados, as batatas hasselback e regue com o molho de laranja.








E Bom Apetite!

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Tiramisu de Framboesas

Paninhos da Loja Algolinho



















Nem sempre a vida corre como nós queremos...
Por vezes temos de fazer escolhas, e para mim há prioridades. A Família, que é o nosso apoio e suporte tem que ter nas nossas vidas um lugar de destaque. Neste últimos tempos tenho tido um pouco menos de tempo para o blog. A minha Mãe precisa de todo o meu apoio neste momento. E a uma Mãe não se diz que não, certo? Daí os meus posts mais "espaçados" e menos presença na página.
Peço desculpa a todos os leitores do blog e da página pois esta receita era para ser publicada já na segunda feira. Afinal só chegou hoje!
A todos os meus leitores o meu obrigada, prometo esforçar-me ao máximo para estar aqui.


Paninhos da Loja Algolinho








Aqui está a receita:

Ingredientes:

Creme:

250g de queijo Mascarpone
2 iogurtes gregos
4 c. sopa de açúcar
sumo de 1 limão
q.b de bolachas trituradas (usei bolachas com coco do Continente)
q.b de café forte
açúcar em pó q.b.


                                                                                                             Paninhos da Loja Algolinho
Compota:

200g de framboesas congeladas
100g de açúcar amarelo
sumo de limão q.b.


Rendas de Chocolate Branco:

100g de chocolate branco
saco pasteleiro
papel vegetal

Paninhos da Loja Algolinho

Preparação:

Compota: 

Para a compota, leve ao lume as framboesas e o açúcar. Deixe ferver cerca de 10 minutos e junte o sumo do limão. Deixe arrefecer.

Rendas de Chocolate:

Para as rendas de chocolate branco, coloque o chocolate a derreter em banho maria. Mexa bem até obter um creme fluído e passe-o para um saco de pasteleiro ou de plástico. Faça um corte bem pequeno e sobre uma folha de papel vegetal, desenhe rendas, corações ou o que entender. Deixe arrefecer para endurecer.


Paninhos da Loja Algolinho
Creme:

Coloque o queijo mascarpone numa taça, adicione o açúcar e vá batendo. Junte os iogurtes, o sumo do limão e misture bem até obter um creme homogéneo. Triture as bolachas grosseiramente.
No fundo de copos ou taças coloque uma camada de bolachas trituradas. Regue com uns borrifos de café, por cima sobreponha uma camada de creme de mascarpone e por fim uma camada de compota de framboesas. Repita nova camada de bolachas com café e de creme de queijo. Finalize com uma colherada de compota no centro de cada copo e algumas framboesas frescas. 
Polvilhe com açúcar em pó e coloque em cima uma renda de chocolate. 


Paninhos da Loja Algolinho












E Bom Apetite!

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Potas Recheadas... à moda do M.


Chegar a casa tarde, mas ter o jantar quase pronto...
A pedido das minhas filhas, potas recheadas à moda do M.
Uma delicia. Um jantar reconfortante e saboroso. Para terminar, e muito bem, um dia de trabalho cansativo e stressante.
Há dias assim!



























Aqui fica a receita:


Para o refogado:

8 potas
2 tomates maduros
1 cebola
2 dentes de alho
tiras de pimento vermelho,verde e amarelo q.b.
vinho branco q.b.
sal e pimenta de moinho q.b.
azeite q.b.



Recheio:

100g de azeitonas pretas descaroçadas
1/2 choriço caseiro
75g de bacon 
100g de broa de milho
pimentos em cubinhos q,b,
1 cenoura
1 tomate
1 cebola pequena
2 dentes de alho
sal e pimenta q.b.
mistura de alho e jindungo da Espiga


 
Preparação:

Na picadora coloque as azeitonas descaroçadas,o bacon, o chouriço, o tomate, a cenoura em pedaços, a broa e o pimento. Triture tudo. Pique a cebola e os alhos e leve a refogar um pouco. Junte o recheio triturado e vá mexendo. Tempere de sal e pimenta e a  mistura de alho e jindungo da Espiga.
Lave as potas e reserve os tentáculos para outra ocasião. Recheie as potas, sem as encher demais e feche-as com um palito.
Para o refogado leve ao lume a cebola e os alhos picados. Deixe refogar e adicione depois o tomate triturado. Refresque com um pouco de vinho branco, tempere de sal e pimenta e deixe ferver.
Junte as potas e deixe cozinhar cerca de 40 minutos. Vá adicionando um pouco de àgua se fizer falta. Adicione os pimentos em tiras, rectifique os temperos e deixe cozinhar mais 10 minutos.
Sirva as potas com o refogado de pimentos e batatas cozidas.

E Bom Apetite!

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Devil´s Food Cake de Chocolate e Ferrero Rocher




Há muito tempo que queria experimentar esta receita. Ontem foi o dia.
Um bolo de aniversário feito a preceito para o meu marido.
Para o meu companheiro de vida, que atura (muitas vezes) as minhas neuras e "stresses" e que tem muita paciência comigo. Que me ajuda e me apoia em tudo o que preciso. Sei que tenho a meu lado uma pessoa muito especial!
Agora vamos ao bolo. Embora não tenha ficado exactamente com idealizei, estava fabuloso. Em vez de chocolate preto, queria ter usado chocolate branco na cobertura, mas esqueci-me de o comprar. Vai daí usei o que tinha, na cobertura.
Um bolo denso, intenso e saboroso. Ideal para os amantes de chocolate.
Uma receita a repetir mais vezes!


Aqui está a receita:

Ingredientes:

Bolo:

250g de açúcar mascavado escuro
4 ovos
75g de cacau magro em pó 
225g de farinha sem fermento
130g de manteiga
2,5dl de leite
sumo de meio limão
1 c. sobremesa de bicarbonato de sódio


Para o recheio e cobertura:

200g de chocolate negro (usei Pantagruel)
150g de frutos vermelhos congelados
1 dl de natas
6 Ferrero Rocher
morangos q.b.



Preparação:


Misture o açúcar com a manteiga amolecida e bata até obter uma mistura fluída e sem grumos.
Adicione os ovos 1 a 1, batendo entre cada adição. Junte o sumo do limão ao leite, para que azede. De seguida adicione à mistura de ovos. Misture a farinha com o cacau e o bicarbonato e peneire sobre a mistura anterior, envolvendo devagar.
Unte uma forma redonda sem buraco, com manteiga e polvilhe-a de farinha. Coloque dentro a massa e leve a forno quente a 180º durante 30 minutos. Deixe arrefecer um pouco, antes de desenformar sobre uma rede. Deixe arrefecer.








Cobertura e Recheio:

Leve o chocolate a derreter em banho maria. Junte-lhe as natas e bata até ficar um creme homogéneo. Separe o chocolate derretido em duas partes. Numa dela misture os frutos vermelhos e deixe ferver. Corte o bolo ao meio na horizontal. Coloque uma das partes no prato der servir e cubra com o creme de chocolate e frutos vermelhos. Tape com a outra parte.
Coloque na picadora os bombons ferrero rocher e triture-os até obter um granulado. Junte ao restante chocolate e leve ao lume até envolver. Cubra o bolo (generosamente!) e decore com morangos ou a seu gosto.




E Bom Apetite!

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Simplesmente...Coquinhos!

Sim, são simplesmente... coquinhos.
Tão simples mas tão bons! As minhas filhas adoram estes pequenos bolinhos, e confesso que eu também!
Fazem-me lembrar a minha infância, eram presença certa nas mesas de dias de festa e em ocasiões especiais.



Aqui fica a receita:


Ingredientes:

250g de coco ralado
3 ovos
200g de açúcar
1 c. sopa de manteiga amolecida
sumo de 1/2 laranja
cerejas cristalizadas q.b.
forminhas de papel frisado
































Preparação:

Misture todos os ingredientes e amasse bem com as mãos.
Molde pequenas bolinhas e coloque nas formas de papel. No topo coloque um pedacinho de cereja cristalizada. Leve a forno moderado (180º) durante cerca de 20 minutos.
Retire do forno e deixe arrefecer sobre uma rede.




Bem acondicionados, em caixas herméticas, duram semanas! (se não acabarem antes...)
















E Bom Apetite!

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

O Meu Doce Branco de Romaria



Doce branco! Quem não conhece ou nunca comeu?
Acho que todos nós, já algum dia provamos ou ouvimos falar deste tão característico doce que está presente em todas as romarias e festas populares que se fazem pelo nosso Portugal!
Originário da região Norte, e um doce que está presente em todas as mesas na época da Páscoa.
Tenho esta receita à muito tempo no meu caderninho e a vontade de a pôr em prática também! Ao contrário do que parece, é muito fácil de fazer e depois de andar a adiar com receio de que não me corresse bem, lá me aventurei a fazê-los. 


Aqui está a receita:


Ingredientes:

250g açúcar
150g farinha
4 gemas
3 ovos
raspa de 1 limão





Cobertura:
1 clara
150g açúcar em pó
qb. de sumo de limão


Preparação:

Na tigela da batedeira  coloque o açúcar, os ovos e as gemas e bata durante 15 minutos. De seguida adicione a farinha peneirada e a raspa do limão. Forre o tabuleiro do forno com papel vegetal, unte-o com óleo e polvilhe de farinha. Coloque colheradas de massa bem separadas umas das outras. Leve a forno quente a 190º durante 10 minutos.
Deixe arrefecer.




























Para a cobertura, bata a clara com o açúcar com o sumo do limão, até obter uma massa fluída e sem grumos.
Coloque porções de glaçê sobre os doces e com a ponta dos dedos faça um circulo de modo a dar o efeito de "riscas".
Deixe secar sobre papel vegetal.


E Bom Apetite!

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Hamburgueres Caseiros... e o outro lado da Fast Food!


É possível comer hambúrgueres sem ser fast food? Sim, é possível!
Carne  e legumes frescos, temperos caseiros e naturais. Grelhados, em vez do fastidioso cheiro a fritos.
Comer um hambúrguer pode ser uma refeição saudável, nutritiva e ao mesmo tempo fazer as delicias das crianças e dos adultos e pagar menos por isso. Acompanhados de uma sopa são uma refeição completa.
Eu nunca compro carne picada. Compro a peça de carne que necessito e depois pico em casa e preparo conforme a necessidade.
Estes ficaram mesmo uma maravilha. Suculentos, saborosos..., talvez o melhor hambúrguer que comi nos últimos tempos!

















Aqui fica a receita:


Ingredientes:
(para 6)

600g de carne de vaca picada (em casa)
2 dentes de alho
sal e pimenta de moinho q.b.
100g de queijo fatiado
12 fatias de paio do lombo
6 pães D´Avó
alface e tomate q.b.
maionese caseira ou molho de iogurte q.b.








Preparação:

Misture a carne com o alho picado, a mistura de alho e salsa da Espiga, o sal e a pimenta de moinho a gosto.  Molde os hambúrgueres leve-os a grelhar numa chapa ou num grelhador. Com uma colher de sopa vá carregando ligeiramente na carne para ajudar a baixar, assim é mais fácil passá-los bem no interior. A meio da preparação coloque-os entre duas fatias de paio do lombo e termine de grelhar.  Finalize com uma fatia de queijo de barra e coloque-os sobre folhas de alface e tomate com um pouco de maionese caseira ou molho de iogurte a gosto.
Acompanhei com chips de mandioca.



E Bom Apetite!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imprimir